terça-feira, 30 de junho de 2009

Itaipu-Charitas

Fui informado que a prefeitura de Niterói quer acabar com a integração 1001/BARCAS para o terminal que interliga Charitas à Praça XV. Alguém sabe porquê?

A linha que liga o bairro de Charitas à Praça XV, no Rio, atende cerca de cinco mil moradores da Zona Sul e da Região Oceânica de Niterói, um baita atalho para quem está nessas localidades. Hoje, quem mora em São Francisco, por exemplo, não precisa encarar o trânsito caótico da cidade pra pegar as barcas no Centro.

No lugar de acabar com a linha, o que prejudicaria várias pessoas, a prefeitura poderia negociar o valor cobrado pelas empresas. Os passageiros do sistema de barcas Rio-Niteroi, que usam os ônibus de integração, estão pagando nas viagens da linha Pendotiba-Castelo R$10,00. A integração Itaipu-Charitas, com destino à Praça XV, está custando R$10,00 em embarques entre 7 e 10 horas. A partir deste horário o preço é de R$9,00. O bilhete do sentido Praça 15-Charitas-Itaipu está sendo vendido por R$ 9 entre 7h e 16h20 e R$ 10 nos horários fora desse período.

Notícias do PMI-RIO agora no TWITTER

Twitter é uma rede social e servidor para microblogging que permite aos usuários que enviem e leiam atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140 caracteres, conhecidos como "tweets"), através da própria Web ou por SMS.

As atualizações são exibidas no perfil do usuário em tempo real e também enviadas a outros usuários que tenham assinado para recebê-las. Usuários podem receber atualizações de um perfil através do site oficial, RSS, SMS ou programa especializado. O serviço é grátis na internet, mas usando SMS pode ocorrer cobrança da operadora telefônica.

Desde sua criação em 2006 por Jack Dorsey, o Twitter ganhou extensa notabilidade e popularidade por todo mundo. Algumas vezes é descrito como o "SMS da Internet".
A estimativa do número de usuários varia, pois a empresa não informa o número de contas ativas. Em novembro de 2008, Jeremiah Owyang estimou que o Twitter tenha de 4 a 5 milhões de usuários.[3] Em maio de 2009, um estudo analisou mais de 11 milhões e meio de contas de usuários.

Notícias do PMI-RIO no TWITTER em http://www.twitter.com/pmirio

Fonte: Comunicação – PMI Rio

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Começa nesta 2ª-feira, dia 29/06, XII Seminário de Inverno de Comunicação UEPG

Evento, que reúne pesquisadores e estudantes de comunicação, acontece no Pequeno Auditório do Campus Central da Universidade, a partir das 19 horas

"Interesse público e estratégias editoriais no campo jornalístico". Este é o tema da XII edição do Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação, que acontece entre os dias 29 de junho e 3 de julho, a partir das 19 horas, no Pequeno Auditório da UEPG, no Campus Central. O evento é promovido pelo Departamento de Comunicação/Jornalismo, com apoio da Fundação Araucária/SETI PR, do curso de pós-graduação em Mídia, Política & Atores Sociais e do Centro Acadêmico João do Rio (CAJOR).

Na edição 2009, o Seminário de Inverno conta com a apresentação de 28 trabalhos produzidos por estudantes ou docentes de diversas instituições de ensino superior do Estado do Paraná. Os textos, previamente aprovados pela comissão científica do evento, possuem entre 8 e 12 páginas e apresentam resultados de estudos ou pesquisas desenvolvidas na área de comunicação social..

"Num momento em que o Supremo Tribunal Federal tenta acabar com o Jornalismo brasileiro, comparando o exercício da atividade a uma prática de culinária ou corte e costura, o fortalecimento do Seminário de Inverno é mais uma das incontáveis ações que confirmam exatamente o contrário da decisão tomada pelo STF: mais que uma atividade socialmente legitimada, a formação profissional na área envolve produção científica e muito estudo", explica o coordenador do evento, professor (com graduação em Jornalismo) Sérgio Luiz Gadini..

Todos os trabalhos apresentados serão publicados, em formato CD-rom, nos Anais do XII Seminário de Inverno. Cada autor (ou co-autor) tem direito a um exemplar gratuito do CD. Os autores têm um tempo de até 20 minutos para apresentação, seguido de debates e questionamentos sobre o conteúdo e abordagem de cada texto.

Na avaliação da coordenação do XII Seminário de Inverno, além de consolidar um projeto sem custo para a Instituição, o crescente número de inscrições e de apoio confirmam a pertinência, atualidade e importância da proposta, que surgiu em 1998 e, desde então, foi realizado sem nenhuma interrupção.

Outra característica do Seminário de Inverno é o caráter gratuito do evento. "Com o apoio da Fundação Araucária e da Pró-Reitoria de Extensão conseguimos organizar um evento sem cobrar nada dos participantes, sejam eles ouvintes, co-autores ou apresentadores de trabalho" , explica Gadini..

Confira, no arquivo anexo, a programação completa de todos trabalhos que serão apresentados no Seminário. Interessados em participar, com direito a certificado, devem participar de todas as noites do encontro. As inscrições são gratuitas. Para quem não é autor/co-autor de trabalho, o CD com os Anais do XII Seminário de Inverno custa R$ 5,00. Outras informações podem ser obtidas pelo e-m agenciadejornalismo@uepg.br.

 

XII Seminário de Inverno de Estudos em Comunicação

29 de Junho a 3 de Julho/2009 - Pequeno Auditório da UEPG/Campus Centro


Outras Informações:

agenciadejornalismo@uepg.br

Fone: (42) 3220 3361 e/ou 3220 3389

Michael Jackson indiano...

video

Unicef ataca STJ por absolver homens que fizeram sexo com menores

Fonte: Giselli Nichols [gisellinichols1@gmail.com]

A que ponto chegou nossa Justiça??? Depois de anularem o diploma de Jornalista por considerarem todos cozinheiros (vamos fazer sopa de letrinhas) agora absolvem pedófilos.

Unicef ataca STJ por absolver homens que fizeram sexo com menores

Publicada em 29/06/2009 às 15h36m

O Globo

 

SÃO PAULO - O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) criticou a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de manter a sentença do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJ-MS) que absolveu dois homens que fizeram sexo com menores do Mato Grosso do Sul. Segundo nota divulgada pelo Unicef, os absolvidos são o ex-atleta José Luiz Barbosa (Zequinha Barbosa) e seu assessor Luiz Otávio Flôres da Anunciação, acusados de exploração sexual de duas crianças. Na interpretação do STJ, não é crime pagar por sexo com menores que se prostituem.

O STJ alegou que a prática não é criminosa, porque o serviço oferecido pelas adolescentes não se enquadra no crime previsto no artigo 244-A do Estatuto da Criança e do Adolescente, ou seja, o de submeter criança ou adolescente à prostituição ou à exploração sexual.

Segundo a nota do Unicef, o argumento usado pelo STJ é o de que os acusados não cometeram um crime uma vez que as crianças já haviam sido exploradas sexualmente anteriormente por outras pessoas.

" O fato gera ainda um precedente perigoso: o de que a exploração sexual é aceitável quando remunerada, como se nossas crianças estivessem à venda "


- Além do contexto absurdo da decisão, o fato gera indignação pelo fato de o Brasil ser signatário da Convenção sobre os Direitos da Criança; e de recentemente, em 2008, ter acolhido o III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes - diz o texto.

Além disso, segundo a ONU, a decisão causa a indignação em razão da insensibilidade do Judiciário para com as circunstâncias de vulnerabilidade as quais as crianças estão submetidas.

- O fato gera ainda um precedente perigoso: o de que a exploração sexual é aceitável quando remunerada, como se nossas crianças estivessem à venda no mercado perverso de poder dos adultos - informa a nota da ONU.

O Unicef, diz o texto, repudia qualquer tipo de violência contra crianças e adolescentes e reitera que a exploração sexual de meninas e meninos representa uma grave violação dos seus direitos e ao respeito à sua dignidade humana e à integridade física e mental.

- Nenhuma criança ou adolescente é responsável por qualquer tipo de exploração sofrida, inclusive a exploração sexual.

Na nota, o Unicef relembra a Convenção sobre os Direitos da Criança (1989), assinada pelo governo brasileiro em 1990, que convoca os Estados Parte a tomarem todas as medidas apropriadas para assegurar que as crianças estejam protegidas da exploração sexual, assim como o Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança referente à Venda de Crianças, à Prostituição Infantil e à Pornografia Infantil, que requer que os Estados Parte proíbam, criminalizem e processem judicialmente essas práticas.

O Supremo Tribunal Federal (STF) deverá se manifestar sobre o assunto.

Concurso público

Fonte: FÓRUM NACIONAL DE PROFESSORES DEJORNALISMO - WWW.FNPJ.ORG.BR

 

Estão abertas as inscrições para o concurso público para professor assistente do Departamento de Jornalismo da Faculdade de Comunicação da UFJF. É preciso ter graduação em Comunicação - habilitação Jornalismo - e mestrado na área da Comunicação. As informações estão em www.concurso.ufjf.br.

 

Você é uma marca

Uma marca pessoal bem definida, proativamente construída e consistentemente comunicada é uma das mais poderosas ferramentas para a gestão de uma carreira de sucesso. Pensando nisso, a Fundação Vanzolini acaba de lançar um novo curso de atualização: Criação e Gestão de uma Marca Pessoal – você como agente de sua carreira. Em entrevista ao Entrelinhas, as professoras Angélica Rotondaro e Regina Ávila explicam o objetivo do treinamento e dão importantes dicas para os profissionais que querem transformar suas carreiras em marcas de sucesso.

Veja mais: http://www.vanzolini.org.br/entrelinhas/fv_entrelinhas_ed20/interna1.html

sábado, 27 de junho de 2009

Beatles

video

Homem Perfeito - Jô Soares!!!

video

Uma dificil profissão: massagista...

video

Aplicativo mede energia economizada quando PC é desligado

A HP, fabricante de computadores, lançou um aplicativo gratuito que mede o nível de energia economizada quando o desktop ou laptop é desligado. Com o programa instalado, ao ligar sua máquina, o usuário verifica o quanto seu computador economizou de energia e emissões de carbono enquanto esteve desligada, além de verificar os mesmos dados globalmente. De acordo com a HP, se 100 mil usuários desligarem os computadores ao final de cada dia, a economia de energia poderá ser de mais de 2.680 quilowatts-hora (kWh) e a redução nas emissões de carbono poderá atingir mais de 1.600 quilos por dia.

Leia mais: www.hp.com/powertochange

HSBC abre inscrições para apoio a projetos de educação

Estão abertas até 21 de agosto as inscrições para a Seleção do Cartão Instituto HSBC Solidariedade, que apoiará projetos sociais de todo o país. Ao todo, serão avaliados e selecionados 40 projetos educacionais que tenham o objetivo de reduzir a vulnerabilidade de crianças e adolescentes por meio do sucesso escolar. Os projetos serão apoiados por dois anos e cada um deles receberá R$ 40 mil no primeiro ano e até R$ 20 mil no ano seguinte. Podem participar projetos que estejam sob responsabilidade de ONGs, como fundações, institutos e associações, legalmente constituídos no Brasil, sem fins lucrativos.

Lei mais: www.porummundomaisfeliz.org.br

Audiolivraria é inaugurada em São Paulo

A Audiolivro Editora, a primeira editora de livros em áudio do Brasil, inaugurou em março a primeira livraria especializada em audiolivros. A ideia é disponibilizar aos clientes um local onde poderão achar todos os títulos de audiolivros existentes no país, algo difícil de encontrar em uma livraria convencional. Além dos audiolivros em CD, a audiolivraria também comercializará os arquivos para download dos títulos da AudioLivro Editora. Inicialmente serão apenas títulos em português, mas, em breve, a loja também oferecerá títulos em inglês.

Leia mais: www.audiolivro.com.br

A organização que tem problema fiscal precisa fazer depósito prévio para interpor recurso administrativo?

Segundo a primeira seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que aprovou a súmula nº 373, “é ilegítima a exigência de depósito prévio para admissibilidade de recurso administrativo”. A tese já é consolidada no âmbito de ambas as turmas de Direito Público da Corte, que consideraram como precedentes julgamentos proferidos em diversos recursos especiais, nos quais “a exigência de depósito prévio de 30% do valor da exigência fiscal, como condição de admissibilidade do recurso administrativo, é ilegítima, em face da inarredável garantia constitucional da ampla defesa”.

Adicional de insalubridade

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (2ª Região) determinou que o adicional de insalubridade deve continuar sendo calculado com base no salário mínimo, até que seja superada a inconstitucionalidade com edição de lei ou celebração de norma coletiva, embora a súmula vinculante nº 4 do Supremo Tribunal Federal tenha determinado que “salvo nos casos previstos na constituição, o salário mínimo não pode ser usado como indexador de base de cálculo de vantagem de servidor público ou de empregado, nem ser substituído por decisão judicial”.

Leia mais: www.trt02.gov.br

Ideia Sustentável

Serviços ambientais - Compensação financeira estimula preservação dos ecossistemas

O que podemos aprender com o caso Farra do Boi - Ricardo Voltolini fala da importância do lobby "do bem" a partir das denúncias feitas pelo Greenpeace em relatório sobre a atuação ilegal de frigoríferos na Amazônia

Objetividade orientada por propósitos - Juliana Lopes aponta compromisso e senso de urgência como principais valores abordados pela 11ª Conferência Ethos

O que esperar de Copenhague - Para ministro das relações exteriores, Brasil é peça-chave na conferência do clima

Reforço a economia sustentável - Governo norte-americano cria gabinete de inovação social

Mudanças climáticas na mira de Obama - Governo dos EUA alerta para as consequências do aquecimento no País

Finanças sustentáveis - Seminário traz especialistas para discutir desafios e oportunidades no setor

Diretor de Ideia Sustentável dá aula no mestrado da ESCAS - Exposição focou cenários, tendências e desafios para a sustentabilidade nos negócios

Dicionário Corporativês (2)

• CKO - chief knowledge officer
É o gestor do capital intelectual da companhia. As atribuições vão desde a definição da arquitetura das informações e de seu fluxo até onde arquivá-las e como recuperá-las

• Clima organizacional
É o ambiente interno de uma empresa.Para avaliá-lo são considerados, entre vários itens, a liderança na companhia, a motivação para o trabalho, as possibilidades de crescimento profissional, enfim, as satisfações e insatisfações dos funcionários

• CLO - chief learning officer
Responsável por administrar o capital intelectual. Ele precisa reunir e gerenciar todo o conhecimento da organização

• CMM
Capacity maturity model, recurso para desenvolvimento de software

• CMO - chief marketing officer
A função é um pouco mais complexa que a diretoria de marketing. Em algumas empresas, o CMO acumula ainda a diretoria comercial e, em outras, a área de novos negócios

• Coaching
Sessões de aconselhamento feitas por um consultor de carreira que acompanha e se envolve no desenvolvimento contínuo do profissional. Serve para promover mudanças de comportamento no funcionário, para que ele atinja novos objetivos

• Commodity
Produto primário, geralmente com grande participação no comércio internacional

• Compliance
Agir de acordo com uma regra, um pedido ou um comando. Através das atividades de compliance, qualquer possível desvio em relação a política de investimento dos produtos é identificado e evitado. Assim, os investidores têm a segurança de que suas aplicações serão geridas segundo as diretrizes estabelecidas

• Consumer relationship Management
Gerenciamento das relações com o cliente

• Consumer understanding
Conhecimento profundo a respeito dos clientes

• COO - chief operating officer
Executivo chefe de operações. Geralmente o braço direito dos CEOs

• Core business
Negócio principal da empresa

• Corporate purpose
Objetivo da empresa

• Counseling
Aconselhamento de carreira. É uma espécie de terapia profissional, que discute, entre outras coisas, os objetivos pessoais e futuros, estilo gerencial do executivo, nível cultural, valores e conhecimento do mercado. O objetivo é avaliar tudo isso para ajudar o profissional a tomar as melhores decisões para sua carreira

• Country-manager
Diretor-geral para o país

• CRO - chief risk officer
Além de gerenciar o risco nas operações financeiras, o CRO também é responsável por analisar as estratégias do negócio, a concorrência e a legislação

• CSO - chief security officer
Profissional que tem a missão de identificar fontes internas e externas de recursos para desenvolver projetos de tecnologia

• CTO - chief technology officer
Existe uma confusão muito grande. Geralmente o CTO comanda a infra-estrutura da área de tecnologia. Enquanto o CIO o seu uso estratégico

• Data-base marketing
Marketing baseado em banco de dados de nomes e pessoas, para quem você dirige mensagens de interesse de sua empresa

• Deadline
Data limite. Data, dia ou hora, em que alguma coisa precisa ser dada como terminada ou liquidada

• Downsizing
Redução no número de funcionários da empresa

• Dumping
Dumping é uma prática comercial, geralmente desleal, que consiste em uma ou mais empresas de um país venderem seus produtos por preços extraordinariamente baixos (muitas vezes com preços de venda inferiores ao preço de produção) por um tempo, visando prejudicar e eliminar a concorrência local, passando então a dominar o mercado e impondo preços altos. É um termo usado em comércio internacional e é reprimido pelos governos nacionais, quando comprovado

• EBITDA
Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization - ganhos antes dos pagamentos de juros, impostos, depreciação e amortização. O termo é seguido por um número que representa os ganhos da empresa em um determinado período permitindo portanto análise da performance financeira de tal empresa

• Educação continuada
Cursos de aperfeiçoamento referentes à atividade do funcionário. Pode incluir a pós-graduação

• E-learning
Aprendizagem realizada através da Internet. Ensino ou formação a distância.

• Empowerment
Este termo surgiu nos anos 80 e se refere às situações em que os chefes devem decidir um pouco menos e os subordinados um pouco mais

• Endomarketing
É uma área diretamente ligada à de comunicação interna, que alia técnicas de marketing a conceitos de recursos humanos

• Entrepreneur
Empresário

• Expertise
Conhecimento técnico

• ERPs
Sistemas de gestão empresariais

• Factoring
Prática de algumas empresas que consiste em comprar cheques pré-datados de lojistas cobrando comissão

• Feedback
É uma conversa particular entre o líder e o liderado, com caráter de avaliação, sobre os acertos e erros do liderado. O tema do bate-papo é o comportamento do subordinado.

• Fine tuning
Sintonia fina, calibragem

• Follow-up
Dar prosseguimento a uma discussão ou debate, retomando temas para atingir soluções. Também pode significar revisão das tarefas que foram geradas após uma reunião ou auditoria, quando os prazos para realização se esgotaram

• Forecast
Previsão

• Full time
Designa que determinada tarefa será realizada por tempo integral

• FYI
For your information - o mesmo que PSC

• Gap
Intervalo

• Hands-on
Com participação ativa

• Headcount
Número de pessoas que trabalham em determinada equipe ou empresa

• Headhunter
Caça-talentos do mundo corporativo

• In-loco
No lugar em que determinada coisa acontece

• Inclusão digital
É dar condições para que um número cada vez maior de pessoas possa ter acesso a novas tecnologias, entre elas a internet

• Inclusão social
É a forma de trazer para a sociedade pessoas que foram excluídas dela e estavam privadas de seus direitos, como os portadores de deficiências físicas

• Income
Renda

• Income Tax
Imposto de renda

• Insight
Percepção, estalo. Momento em que novas idéias surgem

• Intranet
Rede de comunicação interna e exclusiva das empresas

• Intrapreneur (não confundir com entrepreneur)
Empreendedor interno, pessoa que dirige uma unidade do negócio como se ela fosse uma empresa independente

• Job rotation
Rodízio de funções promovido pela empresa, para que o funcionário possa adquirir novos conhecimentos em setores diferentes e acumular experiências, sem sair da companhia em que trabalha

• Join Venture
Associação de empresas para explorar determinado negócio. De caráter não definitivo, nenhuma das empresas participantes perde sua personalidade jurídica

• Kick-off
Dar o primeiro passo, começar

• Know-how
Conhecimento

• L.L.M
Master of Laws, mestrado em direito

• Market share
Fatia de mercado

• Markup
É um sobre-preço que se acrescentado ao preço final do produto (digamos, após custo de produção, distribuição e margem de lucro prevista)

• MBA in company
MBA oferecido pela empresa dentro de seu próprio espaço físico

• MBA
Sigla em inglês para Master in Business Administration. É um curso que equivale à pós-graduação em administração de empresas

• Mentoring
Profissional mais velho, com experiência e habilidade de relacionamento, que acompanha e passa para o mais novo suas idéias sobre o trabalho e a carreira

• Merchandising
Prática de marketing na qual a marca ou a imagem de um produto ou serviço é utilizada para vender outro, destacando-o da concorrência, isto acontecendo no ponto de venda (PDV). Merchandising é a ação de promover que usa a comunicação de marketing no ponto de venda e em espaços editoriais na televisão, mídia[media] impressa e outros, para reforçar mensagens publicitárias feitas anteriormente, ou mesmo em substituição à publicidade, em alguns casos.

• Meritocracia
Sistema de recompensa e/ou promoção fundamentado no mérito pessoal

• Nepotismo
Favorecimento de parentes próximos feito por quem tem autoridade e poder

• Networking
Construir uma boa rede de relacionamentos, geralmente em sua área de atuação

• Newsletter
Boletim de notícias


• Outplacement
Serviço oferecido e pago pela empresa, que consiste no aconselhamento, apoio, orientação e estímulo ao profissional demitido, preparando-o técnica e psicologicamente para se recolocar no mercado de trabalho, bem como para o planejamento de sua carreira

• Outsourcing
Terceirização

• Overhead
Despesas operacionais

• Paradigma
Um exemplo que serve como modelo; padrão

• Performance
Palavra inglesa que significa atuação e desempenho

• Player
Empresa que está desempenhando algum papel em algum mercado ou negociação

• Presenteísmo
Diferente do absenteísmo, quem sofre deste mal não falta ao trabalho, mas ao final de todos os dias sofre com dores de cabeça, cansaço, dores nas costas, irritação, sinusite e alergias - com isso, a produtividade e a motivação é que deixam de aparecer

• Pro forma
Apenas por formalidade

• PSC
Para sua ciência - o mesmo que FYI

• Reengenharia
Mudança nos processo internos de uma empresa

• Resiliência
Capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças

• Responsabilidade social
Atuação e consciência do papel das empresas como agentes sociais no desenvolvimento do ser humano e da comunidade à qual está inserido

• RH
Sigla de recursos humanos (departamento responsável pelas contratações, treinamentos, remuneração, encaminhamento de carreira e conflitos na empresa)

• ROI
Return of Investiment - Tempo necessário para o retorno do investimento

• Sales manager
Gerente de vendas

• Share
Fatia do mercado - muito usado quando a empresa quer determinar quanto em porcentagem do mercado ela obtem de terminado produto ou seguimento.

• Sinergia
Ação positiva e simultânea de um grupo de pessoas na realização de uma atividade

• Skill
Habilidade

• Spread
Taxa de risco

• Stakeholders
Partes / grupos que estão diretamente interessadas na atividade da empresa: acionistas, governo, clientes, funcionários, fornecedores e sociedade

• Start up
Início da operação

• Stand-by
No aguardo, em modo de espera.

• Status-quo
Situação atual do ambiente interno da empresa, principalmente no que diz respeito aos processos internos.

• Supply chain management
Gerenciamento de cadeia de abastecimento

• Target
Alvo

• TI
Sigla de tecnologia da informação

• Top of Mind
Refere-se a marca ou produto mais lembrado espontaneamente

• Toró de palpites
Tradução bem brasileira do termo inglês brainstorm, que significa uma reunião de pessoas que se juntam para encontrar soluções para problemas da empresa ou expor idéias criativas para novos projetos

• Trend
Tendência

• Turnover
Rotatividade de funcionários dentro de uma empresa, medida pela média de pessoal que se mantém fixa na companhia

• Workaholic
Pessoa viciada em trabalho

• Workshop
Treinamento em grupo de acordo com a técnica dominada pelo instrutor, que visa ao aprendizado de novas práticas para o trabalho

OAB aponta caminhos para que decisão do STF sobre diploma para jornalistas seja revista

Fonte: FÓRUM NACIONAL DE PROFESSORES DE JORNALISMO - [http://br.groups.yahoo.com/group/FNPJ/]

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, disse ontem (26) à Agência Brasil que é possível o Supremo Tribunal Federal (STF) rever a decisão sobre a dispensa de diploma de curso superior para a prática jornalística. Segundo ele, isso poderia ser feito de duas maneiras: por embargo de declaração ou por meio de uma ação embasada em novos fundamentos.

“O STF não considerou que há, na imprensa, espaço para os articulistas, e que a liberdade de expressão não estava tolhida da legislação brasileira, até porque 42% dos profissionais que produzem conteúdo não são jornalistas”, disse.

Britto argumenta que a "confusão" do STF sobre o que o seja a profissão de jornalista possibilita a utilização de um instrumento jurídico chamado embargo de declaração. “Esse tipo de instrumento pode ser utilizado quando são identificados pontos omissos, erros ou contradições durante o processo”, explica.

“No caso, o embargo de declaração estaria relacionado aos pontos omissos, porque não foi observado que os colaboradores já têm espaço previsto para a manifestação de pensamento. Ao analisar esse ponto omisso, o resultado do julgamento poderia ter sido outro”, disse o presidente da OAB.

Segundo Britto, há, ainda, a possibilidade de uma outra ação impetrada apresentar novos fundamentos que convençam os ministros a mudar de opinião. “A liberdade de expressão não é comprometida pelo diploma”, disse. “E não há exclusividade para os jornalistas no que se refere a manifestação do pensamento”, afirmou.

Jornalistas - Luz no fim do túnel!

Fonte: Clube da Comunicação - [http://br.groups.yahoo.com/group/Clube_Comunicacao/]

Propostas de emenda constitucional ganham apoios no Senado e na Câmara

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de extinguir a obrigatoriedade do diploma para o exercício profissional do Jornalismo gerou forte reação no Congresso Nacional. O senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) encaminhará, na próxima semana, Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para restabelecer o diploma como condição indispensável ao exercício da profissão. Na Câmara dos Deputados, circulam duas propostas de emenda constitucional e já foi aprovada a convocação de audiência pública sobre o tema.

Duas versões foram divulgadas na imprensa nesta semana quanto aos apoios conseguidos pelo senador capixaba. Uma afirmava que ele já teria obtido 40 assinaturas de apoio à sua proposta. Outra informava que haviam sido coletados 30 apoios. Núbia Ferro, assessora do senador esclarece que efetivamente já foram coletadas 30 assinaturas, número superior ao mínimo exigido (27) para a tramitação de uma PEC no Senado. Mas, por contatos telefônicos, Valadares obteve apoio de mais de 40 senadores que se comprometeram a assinar. "Em um só dia o senador coletou 30 assinaturas, ele está fazendo todos os contatos pessoalmente e espera obter 60 assinaturas", acrescentou a assessora.

A proposta de Valadares prevê que o exercício da profissão será privativo de portador de diploma de curso superior em Jornalismo, expedido por curso reconhecido pelo Ministério da Educação. Há, também, a previsão de que será facultativa a exigência do diploma para colaboradores.

Valadares propõe, além disso, que o Senado promova uma audiência pública sobre o tema. Segundo sua assessoria, a PEC será encaminhada à mesa diretora do Senado na próxima quarta-feira (1º/07).

Já na Câmara, onde são necessários 171 apoios para a tramitação de uma PEC, o deputado Paulo Pimenta (PT/RS) coletou, até o momento, 61 assinaturas à sua proposta. Projeto semelhante também é apresentado pelo deputado José Airton Cirilo (PT/CE). A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou, na quarta-feira (24/06), requerimento do deputado Miguel Corrêa (PT-MG) para uma audiência pública sobre a decisão do STF, a ser realizada no dia 9 de julho, às 9h30.

Consultado pela Agência Brasil, o ex-ministro do STF Maurício Corrêa afirmou "ser possível tornar obrigatória a exigência do diploma por meio de emenda constitucional". Mas Corrêa chamou a atenção para o risco de a iniciativa ser interpretada como repreensão à decisão do STF que dispensou o diploma para o exercício profissional de jornalista.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

quarta-feira, 24 de junho de 2009

V CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO

O V Congresso Nacional de Excelência em Gestão será realizado entre os dias 02 e 04 de julho. Os dois primeiros dias do evento (02 e 03/07) ocorrerão na FIRJAN – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Av. Graça Aranha, 01, 2˚andar, Centro) e o terceiro (04/07) será no campus de Engenharia da UFF – Universidade Federal Fluminense (Rua Passo da Pátria, 156, bloco D, São Domingos), em Niterói.

No site do evento www.vcneg.org está disponível toda a programação, bem como material para download das edições anteriores, fotos etc. Acesse o site do evento e se inscreva!

O Congresso Nacional de Excelência em Gestão chega à sua quinta edição como um evento estabelecido e reconhecido pelo MEC / CAPES, conta com palestras de representantes das mais diversas organizações e recebe mais de 500 artigos científicos de todo o Brasil e exterior. O CNEG é organizado pela UFF – Universidade Federal Fluminense e apoiado pelas organizações: ABEPRO, ADINGOR, SBGC, ABPA, SOBES, IBP, INPI, FNQ e SOBRAPO.

O CNEG vem enfatizar a Gestão do Conhecimento para a Sustentabilidade, e busca a difusão das informações geradas no âmbito dos centros de pesquisa por meio da palestras, artigos e nas trocas de experiências entre academia e as organizações que é propiciada pelo perfil variado do público que tem acompanhado este congresso.


PROGRAMAÇÃO GERAL DO V CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO


PRIMEIRO DIA (02 julho 2009, quinta-feira / FIRJAN, Centro de Convenções, Rua Graça Aranha 1, segundo andar, Centro, Rio de Janeiro – RJ)


V ENCONTRO DE ENSINO E PRÁTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIAL

02 julho 2009, quinta-feira de 08:30hs às 12:00hs

Tema: ART OF HOSTING – BRASIL “A ARTE DA LIDERANÇA PARTICIPATIVA” DIÁLOGOS SIGNIFICATIVOS PARA A SUSTENTABILIDADE
Coordenação: Professor Cid Alledi, M.Sc. Doutorando em Engenharia (UFF), desenvolve pesquisas e consultorias voltadas para a ética empresarial, diálogo e engajamento com as partes interessadas

INOVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS: UM CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE

02 julho 2009, quinta-feira de 14:00hs às 17:00hs

Sub-Tema: RESPONSABILIDADE SOCIAL E INOVAÇÃO.
Palestrante: José Francisco Zanca, Doutorando em Engenharia (UFF), desenvolve pesquisa sobre indicadores de performance empresarial em sustentabilidade.
Sub-Tema: INOVAÇÃO EMPRESARIAL : O CASO DA BAUNEN PLÁSTICOS
Palestrante: Cláudio Patrick Vollers, Diretor da Baunen Plásticos
Sub-Tema: EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO NOS NEGÓCIOS: O CASO DA BUENA ESTÚDIOS
Palestrante: Leandro Martins, Publicitário (ESPM), Diretor Sócio da Buena Estúdios.
Sub-Tema: EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO: O CASO DO NÚCLEO DE EMPREENDEDORISMO DA UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA
Palestrante: Celso Leonardo Barbosa, Coordenador do Núcleo

Moderadora: Prof. Patricia Cardoso, D.Sc. (Universidade Federal do Espírito Santo)


SEGUNDO DIA (03 julho 2009, sexta-feira / FIRJAN, Centro de Convenções, Rua Graça Aranha 1, segundo andar, Centro, Rio de Janeiro – RJ)


SOLENIDADE OFICIAL DE ABERTURA DO CNEG

03 julho 2009, sexta-feira de 08:30hs às 09:30hs

Roberto de Souza Salles, D.Sc. (Magnífico Reitor da UFF)
Jose Luiz R. S. Fernandes (Magnífico Reitor da UCP)
Angela Costa (Presidente do Conselho Empresarial de Qualidade e Competitividade do Sistema FIRJAN)
Luís Schor (Vice-Presidente Sistema FIRJAN)
Jose Carlos Mattos (Gerente de Relações Externas e Institucionais da DEVON Energy do Brasil)

PALESTRA DE ABERTURA

03 julho 2009, sexta-feira de 09:30hs às 10:10hs

Tema: GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE: POLÍTICAS PUBLICAS E MUDANÇAS CLIMÁTICAS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Palestrante: Dr. Fernando Rei (Presidente da CETESB)
Participação: Excelentíssimo Antonio da Hora, Subsecretário do Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro

COFFEE – BREAK (10:10hs às 10:30hs)

MESA 1 - ECOEFICIÊNCIA E DESENVOLVIMENTO

03 julho 2009, sexta-feira de 10:30hs às 12:00hs

Sonia Chapman (Fundação Espaço Eco – BASF)
Aldo Roberto Ometto (IFM – Instituto Fábrica do Milênio / USP)
Flávio de Miranda Ribeiro (Gerente da Divisão de Tecnologias Limpas e Qualidade Laboratorial da CETESB)
Eng. Marcos Casado (Green Building Council Brasil)

Moderador: Elson Rodrigues (Presidente da Representação Regional do Sistema FIRJAN Baixada II / Essencis Co-Processamento LTDA)

MESA 2 - COMPREENDENDO A CRISE / GESTÃO DE CUSTOS E COMPETITIVIDADE ORGANIZACIONAL

03 julho 2009, sexta-feira de 10:30hs às 12:00hs

Patrícia Gonçalves (Superintendente do IEL / FIRJAN)
Sérgio Hoeflich (Coordenador do GRISCO)
Empresário José Luiz Abicalil (Haga S.A. Indústria e Comércio)
Ana Kirschner, D.Sc. (Professora e Pesquisadora / UFF)

Moderador: Ualison Rébula de Oliveira, D.Sc. (Universidade Estadual Paulista)

ALMOÇO (12:00hs às 13:30hs)

PALESTRA - A IMPORTÂNCIA DA LIDERANÇA EM TEMPOS DE MUDANÇA

03 julho 2009, sexta-feira de 13:30hs às 14:30hs

Flavio Almada (Presidente da Barcas S.A.)
Participação: Profa. Alice Itani, D.Sc., Pesquisadora do SENAC - SP


MESA 3 - GESTÃO DO CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL / FÓRUM SBGC

03 julho 2009, sexta-feira de 14:30hs às 16:00hs

Prof. Dr. Heitor Pereira (Presidente Nacional da SBGC)
Prof. Dr. Rodrigo Medeiros (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Políticas Públicas e Estratégias de Desenvolvimento - INCT/PPED)
Marcos Cavalcanti (CRIE / UFRJ, Centro de Referência em Inteligência Empresarial)
Fernando Nery (Módulo Security)

Moderador: Fernando Luiz Goldman (Presidente da SBGC – RJ)

MESA 4 - MODELO DE EXCELÊNCIA DE GESTÃO PARA AS ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS

03 julho 2009, sexta-feira de 14:30hs às 16:00hs

Filipe Miguel Cassapo (FNQ Fundação Nacional da Qualidade, Líder do Processo de Gestão do Conhecimento)
Luiz Fernando Correa Ferreira (FURNAS, Superintendente da Coordenação de Qualidade)
Odair Quintela, M.Sc. (Pesquisador e Consultor LATEC/UFF)
João Alberto Camarotto, D.Sc (Universidade Federal de São Carlos)
Silvio Restelli (Tongs Indústria e Comércio LTDA)

Moderador: Ângela Costa (Presidente do Conselho Empresarial de Gestão Estratégica para a Competitividade do Sistema FIRJAN)

COFFEE – BREAK (16:00HS ÀS 16:30HS)

MESA 5 - TECNOLOGIA E INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL

03 julho 2009, sexta-feira de 16:30hs às 18:00hs

Jorge Ávila (Presidente do INPI, Instituto Nacional da Propriedade Industrial)
Prof. Eng. Sérgio J. Mecena, D.Sc (Coordenador Geral do Laboratório Initia de Inovação em Artes & Ciências da Universidade Federal Fluminense)
Domingos Manfredi Naveiro (Diretor do INT, Instituto Nacional de Tecnologia)
Alexandre do Nascimento (Palmetal Metalúrgica LTDA)

Moderador: Fernando Sandroni (Presidente do Conselho Empresarial de Tecnologia do Sistema FIRJAN)

MESA 6 - A SUSTENTABILIDADE REVISITADA EM TEMPOS DE CRISE

03 julho 2009, sexta-feira de 16:30hs às 18:00hs

Celina Borges Torrealba Carpi (Grupo Libra Holding / Conselheira do Ethos)
Rosa Alegria (Vice Presidente do Núcleo de Estudos do Futuro/ PUC-SP)
Claudia Jeunon (Assessora Chefe em Responsabilidade Social da FIRJAN)
Cristina Brunet (Comissão de Responsabilidade Social IBP / BP Brasil)

Moderador: Cid Alledi , M.Sc (LATEC/UFF e Núcleo Ético)


TERCEIRO DIA (04 julho 2009, sábado / local: Escola de Engenharia da UFF, Rua Passo da Pátria 165, Bl “D”, São Domingos, Niterói – RJ)


SESSÕES TEMÁTICAS E PÔSTERES

04 julho 2009, sábado de 9:00hs às 17:00hs

*Consultar no site do evento (www.vcneg.org) os horários das apresentações dos artigos e pôsteres aprovados. A seguir lista das Áreas Temáticas:

• Gestão pela Qualidade
• Gestão Econômica e Financeira
• Gestão Ambiental e Sustentabilidade
• Gestão da Saúde e Segurança Ocupacional e Ergonomia
• Ética e Responsabilidade Social
• Gestão da Produção
• Gestão do Produto
• Pesquisa Operacional
• Gestão Estratégica e Organizacional
• Gestão do Conhecimento Organizacional
• Educação em Sistemas de Gestão
• Inovação e Propriedade Intelectual

MINICURSOS
Manhã, 04 julho 2009, sábado de 9:00hs às 12:00hs

• Sistemas de Gestão Ambiental
• Estratégia para Sustentabilidade: Técnicas de Dialogo com as partes interessadas
• Construção Sustentável e Certificação Green Building
• Finanças Sustentáveis
• A Aceitabilidade dos Riscos Ambientais em um Mundo Sustentável
• Fundamentos da Análise de Risco
• Marketing Pessoal e Técnicas de Apresentação
• Ferramentas da Qualidade e 5S
• Trade Marketing: Construindo Valor Através dos Canais de Vendas

Tarde, 04 julho 2009, sábado de 14:00hs às 17:00hs

• Gerenciamento de Projetos
• Gestão do Conhecimento: Métodos e Ferramentas
• Certificação LEED no Brasil, com Materiais, Tecnologias e Conceitos
• Relatório de Sustentabilidade como Ferramenta de Gestão da Transparência e Credibilidade das Ações Ambientais Corporativas
• Tecnologias de Produção usando Lego: MRP, JIT e Teoria das Restrições
• Gestão por Resultados, Foco em Indicadores
• Gestão da Mente Sustentável, o Quarto Bottom Line: Quando o Resultado Depende da Mudança de Atitude
• Técnicas de Negociação

Obs: A realização de cada minicurso depende de quórum mínimo de alunos

Prêmio Allianz Seguros de Jornalismo apresenta novidades em sua 3ª edição

Por Jorge Clapp

Após lançamento em 4 de junho, seguradora faz levantamento de perguntas mais frequentes entre jornalistas interessados em concorrer.

Desde o iníco deste mês, o Prêmio Allianz Seguros de Jornalismo, que neste ano tem o objetivo de reconhecer reportagens que abordem o Tema Seguros e o Tema Especial de Sustentabilidade - Mudanças Ambientais, já está recebendo inscrições. Os primeiros colocados receberão R$ 15 mil e o prazo das inscrições vai até o dia 4 de setembro.

Para auxiliar os participantes, a Allianz Seguros disponibiliza no www.allianz.com.br um link para o hotsite do Prêmio, que contém todas as informações necessárias, incluindo o regulamento e a ficha de inscrição. Além disso, o jornalista também pode enviar um e-mail com suas dúvidas para o imprensa@allianz.com.br.

Dúvidas mais frequentes...

Co-autoria - Os trabalhos jornalísticos assinados por mais de um autor, independente da categoria e subcategoria que se enquadram, devem ser inscritos por apenas um "participante", que assinará a ficha de inscrição. Nesta, existe o espaço "Nome dos integrantes da equipe", que deve ser preenchido pelo co-autor. Além disso, a inscrição do trabalho precisa vir acompanhada de carta de autorização do co-autor. Caso a matéria venha a ser premiada, o valor continua sendo de R$ 15 mil, pago ao "participante". (Ver item 11 do Regulamento)

Temas e categorias - Um mesmo participante pode se inscrever com quantas matérias quiser nos dois Temas e nas categorias e subcategorias que desejar, desde que com trabalhos diferentes. Por exemplo, se o jornalista possui um trabalho publicado em um jornal impresso, que se encaixa no Tema Seguros e outra matéria sobre sustentabilidade que foi veiculada em Rádio, pode se candidatar com as duas, porém com Fichas de Inscrição diferentes, devidamente preenchidas.

Blog - Os Blogs podem ser inscritos na categoria Linguagem Escrita. Porém, o autor da matéria publicada no Blog deve, necessariamente, ser jornalista e participar com reportagens que contemplem pluralidade de fontes, investigação de fatos, dados relevantes, qualidade de texto, entre outros. Ou seja: os mesmos requisitos solicitados a qualquer participante desta categoria. (Ver item 9.4 do Regulamento).

Inscrições via e-mail - Neste ano, as inscrições podem ser feitas pela Internet. Quem optar por este caminho, deve digitalizar sua matéria concorrente, RG ou passaporte (apenas para estrangeiros) e MTB ou outro documento que comprove sua atuação como jornalista, além da Ficha de Inscrição devidamente preenchida e assinada. Não existe um formato padrão das digitalizações, o importante é que elas sejam legíveis.

Saiba mais sobre o Prêmio...

Inscrições - Para participar, o jornalista pode enviar suas matérias via e-mail ao imprensa@allianz.com.br.ou por correio para o endereço descrito no regulamento do Prêmio. As datas de veiculação das matérias que se enquadram ao Prêmio são entre os dias 30 de setembro de 2008 e 4 de setembro de 2009.

Prazos - As inscrições vão até o dia 4 de setembro de 2009, portanto quem quiser competir para ser reconhecido nacionalmente por seu trabalho ainda tem mais de dois meses para produzir novas matérias para concorrer.

Temas - Cada tema do Prêmio possui um tipo de categoria e subcategoria. São elas:

Tema Seguros
Categoria Linguagem Escrita
. Mídia Impressa e On-line Nacional e Regional
. Mídia Impressa e On-line Especializada em Seguros
. Mídia Impressa e On-line Especializada em Economia e Finanças

Tema Especial de Sustentabilidade - Mudanças Ambientais
Categoria Linguagem Escrita
. Mídia Impressa e On-line Nacional e Regional
Categoria Linguagem Audiovisual
. Mídia Eletrônica - Telejornalismo
. Mídia Eletrônica - Radiojornalismo

No site do Prêmio você também encontra a descrição e os critérios dos temas.
Acesse: www.allianz.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

Communica Brasil
(11) 3868-0300

Lucila Lopes - lucila@communicabrasil.com.br
Joseph Dana - joseph@communicabrasil.com.br
Amanda Gelumbauskas - amanda@communicabrasil.com.br
Kanucha B. da Mata - kanucha@communicabrasil.com.br

Siga o blog Fatos e Dacdos no Twitter

Nos últimos anos, a Cultura digital vem recebendo grande atenção da Petrobras. Não poderia ser diferente em uma empresa que valoriza tanto a inovação, a tecnologia e a cultura brasileira e que sabe que, tão importante quanto apoiar o fazer artístico, é garantir a ampliação das oportunidades de circulação e de fruição dos bens culturais.

Vai lá: http://twitter.com/blogpetrobras

Empresas aderem ao Twitter para divulgar vagas de emprego

Além disso... Mania entre políticos e celebridades nos Estados Unidos, o popular serviço de microblogs gratuitos Twitter começa a conquistar também adeptos entre os políticos brasileiros. Em comum, eles usam a ferramenta – que permite mandar mensagens curtas, de até 140 caracteres, para telas de computador ou celulares – para divulgar ações do mandato ou fazer comentários pessoais.

Veja mai: http://g1.globo.com/Noticias/Concursos_Empregos/0,,MUL1205241-9654,00-EMPRESAS+ADEREM+AO+TWITTER+PARA+DIVULGAR+VAGAS+DE+EMPREGO.html

Agência brasileira é finalista em Cannes

“É com grande orgulho que recebemos essa informação, afinal somos uma agência com menos de três anos de atuação, mas que já se posiciona como uma das mais lembradas pelo mercado”, afirmou Marco Antonio Sabino, da S/A Comunicação, que acompanha o evento diretamente de Cannes.

Veja mais: http://www.sacomunicacao.com.br/2008/ e http://www.festival-cannes.com/en.html

MySpace vai demitir dois terços dos funcionários

“Quando revimos a companhia, ficou claro que internacionalmente, assim como nos EUA, a equipe do MySpace ficou muito grande e difícil para ser mantida na condição atual do mercado”, explicou o chefe-executivo do MySpace, Owen Van Natta.

Veja mais: http://www.nytimes.com/

Rubens Barrichello começou sua experiência no twitter criando polêmica

“O twitter é bem novo para mim e estou aprendendo a mexer. Teve gente falando mal, que eu bloqueei sem saber que era jornalista (...) acabei de tirar o filtro e começo do zero, mas quero utilizar o espaço para tirar dúvidas e curtir a torcida”, afirma Rubinho em seu twitter.

Bom... Vai já: @rbarrichello

Veja no YouTube manifestações contra fim da obrigatoriedade do diploma em 4 estados

Como aconteceu no Rio, nas outras cidades o número de manifestantes não foi tão grande quanto o esperado. Mas os estudantes prometem novos protestos.

Veja mais: http://www.youtube.com/watch?v=8omF6oAJiNw

terça-feira, 23 de junho de 2009

Movimento avança, mas provoca poucas mudanças

A Conferência Internacional do Instituto Ethos, realizada entre os dias 15 e 18 de junho, chegou ao fim com a conclusão de que o movimento de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) mudou o setor privado brasileiro. No entanto, as transformações motivadas pelas conquistas ainda são muito pequenas, pois "ainda não entraram no coração dos negócios".

"Temos pouca participação cidadã. Ainda buscamos melhorar a qualidade de vida pelo caminho individual e não construindo bens públicos", afirmou o vice-presidente do Ethos, Paulo Itacarambi. Para ele, é difícil identificar quais produtos e serviços são realmente produzidos de forma responsável e sustentável, pois há lacunas de informação e de visão aprofundada sobre os custos e benefícios das mudanças necessárias.

Veja mais: http://www.gife.org.br/redegifeonline_noticias.php?codigo=8548&tamanhodetela=4&tipo=ie

Carlos Minc: é preciso pensar antes de consumir

Ministro do Meio Ambiente fala ao Instituto Akatu sobre a campanha “Saco é um saco”, que pretende mobilizar o consumidor para reduzir o uso de sacolas plásticas no Brasil.

Veja mais: http://resolveuid/43a03f21ea7702d76d661a85e56d224b

Dicionário Corporativês (1)

• Absenteísmo = Falta constante ao trabalho, por parte do empregado, ou sua ausência devido a problemas de saúde

• Approach = Abordagem

• Avaliação 180 graus = É um modelo intermediário ao 360 graus. Com ele, não há avaliação dos subordinados, mas apenas dos pares, clientes e chefe

• Avaliação 360 graus = Sistema usado para medir o desempenho, em que o funcionário não é submetido somente à avaliação do chefe imediato, mas à dos colegas de trabalho, subordinados e até de clientes da empresa

• B2B = Sigla fonética de "business to business". É o comércio eletrônico entre empresas. Trata-se de um mercado sem a participação do consumidor

• B2C = Business to customer, a empresa que vende diretamente para o consumidor via internet

• Benchmark = Parâmetros de excelência, exemplos de coisas boas

• Board = Conselho diretor

• Bônus = Premiação em dinheiro concedida aos funcionários

• Brainstorm = literalmente, significa "tempestade cerebral". É uma reunião para se fazer exatamente isso: trocar idéias

• Branding = É a construção da marca de uma empresa, produto ou pessoa

• Break even point = O momento a partir do qual custos e receitas de um negócio se equilibram

• Breakthrough = Trata-se de um avanço em determinada área

• Briefing = Todas as informações necessárias para realização de uma determinada ação

• Broad band = Banda larga

• Budget = Orçamento

• Business Plan = Plano de negócios

• Business Unit = Unidade de Negócios

• BUMO = Sigla de Brand Used Most Often - refere à marca ou produto mais utilizado, ou mais frequente

• Buying in = Compra (de uma empresa, por exemplo)

• C2C = Customer to customer - venda de cliente para cliente. Ex: site Mercado Livre

• Case = Estudo de caso, normalmente abordado em empresas

• Cash = Dinheiro vivo

• CEO - chief executive officer = É o cargo mais alto da empresa. É chamado também de presidente, principal executivo, diretor geral, entre outros. Quando existe um presidente e um CEO, o primeiro é mais forte

• CFO - chief financial officer = Um nome mais sofisticado para diretor de finanças

• Chairman = Presidente do conselho que dirige a empresa

• CHRO - chief human resources officer = É o cargo de diretor de recursos humanos

Twittando no trabalho

Matéria de MURILO OHL na Você SA, informa que o twitter, nova moda da web, parece brincadeira... Mas pode ser uma ferramenta poderosa para enriquecer sua carreira se você souber usá-la.

Se tive assinatura clique aqui: http://vocesa.abril.com.br/edicoes/0132/fechado/materia/mt_476473.shtml

OBS: Parabéns os amigos "betoloureiro", "chmkt", "fseixas", "tgmason" e "GuyKawasaki", destaques da matéria!!!

Petrobras agora tem um único Fatos e Dados, o blog na internet

Para evitar a duplicidade de informações, blog passará a ser o único canal de comunicação rápida e direta com o público, dedicado a apresentar fatos e dados recentes da companhia.

Veja: http://petrobrasfatosedados.wordpress.com/

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Gilmar Mendes na Fundação Getúlio Vargas

Nesta terça-feira, dia 23, os estudantes voltam às ruas. Desta vez para participar de manifestação de protesto contra Gilmar Mendes, que estará na Fundação Getúlio Vargas, na praia de Botafogo, para palestrar sobre “Gestão do Poder Judiciário – Desafios e Perspectivas”. O presidente do supremo destacará a importância do tema e as experiências no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A palestra começa às 17h e os estudantes prometeram chegar uma hora antes.

Vejam imagens da mobilização no Centro do Rio no site http://www.jornalistas.org.br/ler_imprensa.asp?id=1256

Pegada ecológica - Miguel Sattler

A redução da pegada ecológica dos edifícios depende muito mais da seleção de materias no prorjeto de construção do que no ganho de eficiência energética no uso de equipamentos elétricos e eletrônicos na operação, disse engenheiro e pesquisador do centro de pesquisa do emabiente cosnrtuído da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Veja mais: http://www.revistasustentabilidade.com.br/s02/construcao-civil/entrevista-com-miguel-sattler/

ONGs vão ao STF para derrubar nova regra sobre compensação ambiental

ISA e Amigos da Terra – Amazônia Brasileira apresentam Reclamação contra o Decreto 6848/09, que estabeleceu teto de 0,5% para a compensação ambiental de empreendimentos com significativo impacto ambiental.Um mês após o Governo Federal publicar o novo decreto sobre compensação ambiental de empreendimentos com significativo impacto ambiental, modificando radicalmente a regra anterior e transformando o que era piso em teto, fato repudiado por mais de 40 ONGs em nota pública, finalmente veio a primeira resposta de peso da sociedade civil.

Veja mais: http://envolverde.ig.com.br

PLANETA VOLUNTÁRIO

Faça a Diferença !!!

"Ninguém comete erro maior do que não fazer nada porque só podia fazer pouco."

Pobreza

Entre 55 e 90 milhões de pessoas passarão à condição de pobreza extrema ainda neste ano de 2009, devido à recessão mundial resultante da crise financeira internacional. Mais de 1 Bilhão sofrerá de fome crônica no mundo todo.
Segundo pesquisas, 53,9 milhões de brasileiros são pobres; isso significa que quatro em cada dez brasileiros vivem em miséria absoluta. Entre as 130 Nações que medem a distribuição de renda, o Brasil é o penúltimo colocado; só ganha de Serra Leoa que equivale a 31,7% da população. 21,9 milhões dessa população são muito pobres, ou 12,9% dos brasileiros.

Violência

Segundo a UNESCO, de 60 países analisados, em apenas 06 o número de homicídios é superior ao número de mortes por acidentes de trânsito. Dentre esses está o Brasil e mais três países da América Latina. Em 49 desses países, o número de suicídios é superior ao número de homicídios; dentre as exceções está o Brasil e mais sete países da América Latina. A América Latina é a região onde mais ocorrem homicídios no planeta: 30 mortes para cada grupo de 100.000 pessoas ao ano, o triplo da média mundial.
Da população mundial, o Brasil responde por 11% de todos os homicídios do planeta. É o 2º país que mais mata utilizando armas de fogo, 3º em homicídios contra jovens e 4º colocado em homicídios no geral. O Brasil é o 3º mais violento da América Latina, perdendo somente para a Colômbia e Venezuela.

Aborto

Estima-se que são feitos 42 milhões de abortos a cada ano em todo o Planeta, e, desses, 20 milhões são ilegais ou executados clandestinamente. Segundo a OMS, abortos inseguros causam por volta de 65.000 a 70.000 mortes maternas a cada ano, 99% das quais ocorrendo nos países em desenvolvimento.
No Brasil a cada minuto, quase dois abortos clandestinos são realizados . O número é uma estimativa baseada nas internações pós-aborto pelo SUS e aponta que, desde 1999, cerca de 952 mil mulheres interromperam a gravidez por ano no país.

Desmatamento


Dados divulgados indicam que a Floresta Amazônica perdeu 754,3 quilômetros quadrados de florestas entre novembro de 2008 e janeiro de 2009. A área equivale a metade do município de São Paulo.
O país perdeu um campo de futebol a cada dez minutos na Amazônia, nos últimos 20 anos.
O Brasil é campeão mundial de desmatamento. Em segundo lugar está a Indonésia: 18,7 km2 por ano e, em terceiro, segue o Sudão, com 5,9 km2. As principais causas pelo desmatamento na Amazônia são a retirada de madeira, o cultivo de soja e gado.

Veja mais: http://www.planetavoluntarios.com.br/

PASSEATA NO RIO DE JANEIRO ATENÇÃO!!!

Será realizada no dia 22/06/2009, segunda-feira, a partir das 10h, uma passeata em defesa da obrigatoriedade do diploma para jornalistas. A concentração será na porta do prédio da ABI, Associação Brasileira de Imprensa, no centro da cidade. Usar traje preto, levar um apito e um jornal enrolado por uma fita verde eamarela!

sábado, 20 de junho de 2009

Diploma em jornalismo: uma exigência que interessa à sociedade

Beth Costa - Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas

O principal argumento, entre os tantos que se pode levantar para a exigência do diploma de curso de graduação de nível superior para o exercício profissional do jornalismo, é o de que a sociedade precisa, tem direito à informação de qualidade, ética, democrática. Informação esta que depende, também, de uma prática profissional igualmente qualificada e baseada em preceitos éticos e democráticos. E uma das formas de se preparar, de se formar jornalistas capazes a desenvolver tal prática é através de um curso superior de graduação em jornalismo.
Por isso, de todos os argumentos contrários a esta exigência, o que culpa a regulamentação profissional e o diploma em jornalismo pela falta de liberdade de expressão na mídia talvez seja o mais ingênuo, o mais equivocado e, dependendo de quem o levante, talvez seja o mais distorcido, neste caso propositalmente.

Qualquer pessoa que conheça a profissão sabe que qualquer cidadão pode se expressar por qualquer mídia, a qualquer momento, desde que ouvido. Quem impede as fontes de se manifestar não é nem a exigência do diploma nem a regulamentação, porque é da essência do jornalismo ouvir infinitos setores sociais, de qualquer campo de conhecimento, pensamento e ação, mediante critérios como relevância social, interesse público e outros. Os limites são impostos, na maior parte das vezes, por quem restringe a expressão das fontes –seja pelo volume de informações disponível, seja por horário, tamanho, edição (afinal, não cabe tudo), ou por interesses ideológicos, mercadológicos e similares. O problema está, no caso, mais na própria lógica temporal do jornalismo e nos projetos político-editoriais.

Nunca é demais repetir, também, que qualquer pessoa pode expor seu conhecimento sobre a área em que é especializada. Por isso, existem tantos artigos, na mídia, assinados por médicos, advogados, engenheiros, sociólogos, historiadores. E há tanto debate sobre os problemas de tais áreas. Além disso, nos longínquos recantos do país existe a figura do provisionado, até que surjam escolas próximas. Deve-se destacar, no entanto, que o número de escolas cobre, hoje, quase todo o território nacional.

Diante disso, é de se perguntar como e por que confundir o cerceamento à liberdade de expressão e a censura com o direito de os jornalistas terem uma regulamentação profissional que exija o mínimo de qualificação? Por que favorecer o poder desmedido dos proprietários das empresas de comunicação, os maiores beneficiários da não-exigência do diploma, os quais, a partir dela, transformam-se em donos absolutos e algozes das consciências dos jornalistas e, por conseqüência, das consciências de todos os cidadãos?

A defesa da regulamentação profissional e do surgimento de escolas qualificadas remonta ao primeiro congresso dos jornalistas, em 1918, e teve três marcos iniciais no século 20: a primeira regulamentação, em 1938; a fundação da Faculdade Cásper Líbero, em 1947 (primeiro curso de jornalismo do Brasil); e o reconhecimento jurídico da necessidade de formação superior, em 1969, aperfeiçoado pela legislação de 79. Foi o século (especialmente na segunda metade) que também reconheceu no jornalismo –seja no Brasil, nos Estados Unidos, em países europeus e muitos outros- um ethos profissional. Ou seja, validou socialmente um modo de ser profissional, que tenta afastar a picaretagem e o amadorismo e vincular a atividade ao interesse público e plural, fazendo do jornalista uma pessoa que dedica sua vida a tal tarefa – e não como um bico.
Com tal perspectiva, evoluíram e se consolidaram princípios teóricos, técnicos, éticos e estéticos profissionais, disseminados por diferentes suportes tecnológicos, como televisão, rádio, jornal, revista, internet. E em diferenciadas funções, do pauteiro ao repórter, do editor ao planejador gráfico, do assessor de imprensa ao fotojornalista. Para isso, exige-se profissionais multimídia que se relacionem com outras áreas e com a realidade a partir da especificidade profissional; que façam coberturas da Ciência à Economia, da Política aos Esportes, da Cultura à Saúde, da Educação às questões agrárias com qualificação ética e estética, incluindo concepção teórica e instrumental técnico a partir de sua área. Tais tarefas incluem responsabilidade social, escolhas morais profissionais e domínio da linguagem especializada, da simples notícia à grande reportagem.

A informação jornalística é um elemento estratégico das sociedades contemporâneas. Por isso é que o Programa de Qualidade de Ensino da Federação Nacional dos Jornalistas - debatido, aperfeiçoado e apoiado pelas principais entidades da área acadêmica (como Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação; Abecom - Associação Brasileira de Escolas de Comunicação; Enecos-Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação; Compós - Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação; e Fórum de Professores de Jornalismo)– defende a formação tanto teórica e cultural quanto técnica e ética. Tal formação deve se expressar seja num programa de TV de grande audiência ou numa TV comunitária, num jornal diário de grande circulação ou num pequeno de bairro, num site na Internet ou num programa de rádio, na imagem fotojornalística ou no planejamento gráfico.

É por isso que, num Curso de Jornalismo, é possível tratar de aspectos essenciais às sociedades contemporâneas e com a complexidade tecnológica que os envolve, incluindo procedimentos éticos específicos adequados – do método lícito para obter informação à manipulação da imagem fotográfica, do sigilo da fonte ao conflito entre privacidade e interesse público, por exemplo. É na escola que há laboratórios de telejornalismo, radiojornalismo, fotojornalismo, planejamento gráfico, jornal, revista, webjornalismo e outros. A escola pode formar profissionais para atuar em jornalismo - e não para uma ou outra empresa. Pode formar profissionais capazes de atuar em quaisquer instituições, setores ou funções. É a formação que também permite o debate e novas experiências.

As escolas não são culpadas, certamente, pelo fato de algumas empresas reduzirem a atividade profissional a aspectos simples ou simplórios.

Por isso, mesmo onde a obrigatoriedade do diploma não existe, como em países europeus, cresce o número de escolas de jornalismo. É por isso que o Conselho Europeu de Deontologia (dever-ser) do Jornalismo, aprovado em 1993, estipulou, em seu artigo 31, que os jornalistas devem ter uma adequada formação profissional. E que surgem, a cada ano, em muitos países, documentos reforçando a necessidade de formação na área.

Além de tudo, há uma discussão bastante reducionista, uma espécie de a favor ou contra. Ora, diploma é uma palavra. Trata-se, no entanto, de palavra que exprime outras duas: formação profissional, atestada por um documento que deve valer seu nome. Há um lugar, chamado escola, que sistematiza conhecimentos e os vincula a outras áreas a partir da sua. A regulamentação e a formação são o resultado disso, que se manifesta em exigências como a do registro prévio para o exercício da profissão. Por isso, a regulamentação brasileira para o exercício do jornalismo é um avanço, não um retrocesso.

O pensar e o fazer jornalístico, resultados de um ethos profissional – essencial à identidade de categoria e de profissão e socialmente relevante- não pode voltar atrás. A Fenaj defende a formação profissional em cursos de jornalismo de graduação com quatro anos e, no mínimo, 2.700 horas-aula, como já apontavam as diretrizes curriculares aprovadas após inúmeros debates e congressos na área. A formação em Jornalismo, que deve ser constante e aprimorada durante toda a vida, é a base inicial para o exercício regulamentar da atividade. A tudo isso chamamos profissão Jornalismo. E não nos parece pouco.

II JORNADA DO BEM-ESTAR EM NITERÓI

Pensando em quem busca atualização profissional, e naqueles que buscam assuntos da atualidade, resolvemos promover a Jornada do Bem-Estar, no dia 27 de junho/2009 - das 08 às 18 horas na cidade de Niterói.

Este ano a II Jornada do Bem-Estar, atualização, saúde e equilíbrio, contará com mais um diferencial para promover a sua saúde e o seu equilíbrio: um Workshop vivencial no início do evento!

Aquele que quiser "sair na frente", poderá se inscrever também para o Workshop que terá início às 8 horas da manhã, antes da abertura oficial do evento.

PROGRAMAÇÃO:

- WORKSHOP “Eu com o Outro” (Vagas limitadas!!)
- Um novo olhar para a sala de aula
- O Educador em tempos de mudança: Uma visão acerca da Criança Especial
- Sexualidade na Terceira Idade
- Música e Movimento
- Transtorno Bipolar
- Estresse X Qualidade de Vida: vivenciando as relações
- Yoga na administração do tempo

Mais informações: 8636-3711 / 7549-7091 / 3301-7149 / jornadadobemestar@hotmail.com

AGUARDAMOS O SEU CONTATO!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

O Jornalista: do mito ao mercado

Zélia Leal Adghirni, " o Jornalista: do mito ao mercado", que aliás recomendamos a leitura (http://200.144.189.42/ojs/index.php/estudos/article/viewFile/5928/5399).

Bette, obrigado pela dica!!!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

jornalismo sem diploma

A partir de 17 de junho de 2009, no Brasil não será mais exígido diploma de jornalista para exercer o direito de comunicação no Brasil, por todos os meios de comunicação.

DEPUTADO PAULO PIMENTA - Diploma de Jonalista II

DEPUTADO PAULO PIMENTA - Diploma Jornalista III

Deputado Federal Paulo Pimenta (PT-RS) protesta contra a decisão do STF que desregulamentou, por 8 votos a 1, a profissão de jornalista.

Questão do diploma para jornalistas

Trabalho da faculdade que procurou abordar os pontos de vistas em relação a este tema.

Diploma para jornalistas - 24-11-08 - Rede Mídia

O programa Rede Mídia desta segunda-feira debate a questão da necessidade do diploma de nível superior para Jornalistas.

Profissão Jornalismo

Mercado de trabalho, faixa salarial, tendências para o jornalista do séc. XXI

Centro de Memória e Cultura do Jornalismo

Vídeo realizado pela Camera na Mão em parceria com a Plural para o sindicato dos Jornalistas profissionais do Rio de Janeiro.

Veja: http://www.youtube.com/watch?v=os6PulQpPNg

Educação pauta luta contra o trabalho infantil

Apesar da pouca repercussão no Brasil, o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado no em 12 de junho, foi marcado pelo lançamento de uma campanha cuja mensagem é enfática: a escolarização é fundamental para retirar crianças e adolescentes da situação de trabalho. Por meio do tema, "Com educação nossas crianças aprendem a escrever um novo presente, sem trabalho infantil", a mobilização liderada pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) vem estimular a permanência do jovem na escola como a alternativa ao trabalho.

Veja mais: http://www.gife.org.br/redegifeonline_noticias.php?codigo=8540&tamanhodetela=4&tipo=ie

Personalidades da cultura e da comunicação vão julgar reportagens sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Destacadas personalidades das áreas de cultura e comunicação de toda a América Latina farão parte do corpo de jurados da segunda edição do Concurso Jornalístico “América Latina e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, criado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e pela agência de notícias Inter Press Service (IPS).

Veja mais: http://envolverde.ig.com.br/?materia=59566

Você sabe o que é tautologia?

É o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido.

O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como você pode ver na lista a seguir:

- elo de ligação
- acabamento
final
- certeza
absoluta
- quantia
exata
- nos dias 8, 9 e 10,
inclusive
- juntamente
com
-
expressamente proibido
- em duas metades
iguais
- sintomas
indicativos
- há anos
atrás
- vereador
da cidade
-
outra alternativa
- detalhes
minuciosos
- a razão é
porque
- anexo
junto à carta
- de sua
livre escolha
- superávit
positivo
-
todos foram unânimes
- conviver
junto
- fato
real
- encarar
de frente
- multidão
de pessoas
- amanhecer
o dia
- criação
nova
- retornar
de novo
- empréstimo
temporário
- surpresa
inesperada
- escolha
opcional
- planejar
antecipadamente
- abertura
inaugural
-
continua a permanecer
- a
última versão definitiva
-
possivelmente poderá ocorrer
- comparecer
em pessoa
- gritar
bem alto
- propriedade
característica
-
demasiadamente excessivo
- a seu critério
pessoal
- exceder
em muito

Note que todas essas repetições são dispensáveis.

Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? É óbvio que não.

Devemos evitar o uso das repetições desnecessárias. Fique atento às expressões que utiliza no seu dia-a-dia.

Verifique se não está caindo nesta armadilha.

O Que Fazem os bonequinhos do WC quando ninguém os vê...

video


Cai exigência do diploma de jornalismo

O diploma para o exercício da profissão de jornalista já não é mais uma obrigatoriedade no Brasil. Rasgaram o meu diploma!!! - http://www.comunique-se.com.br

Faça a Diferença !!!

Pobreza
Entre 55 e 90 milhões de pessoas passarão à condição de
pobreza extrema ainda neste ano de 2009, devido à recessão mundial resultante da crise financeira internacional.Mais de 1 Bilhão sofrerá de fome crônica no mundo todo.
Segundo pesquisas, 53,9 milhões de brasileiros são pobres; isso significa que quatro em cada dez brasileiros vivem em miséria absoluta. Entre as 130 Nações que medem a distribuição de renda, o Brasil é o penúltimo colocado; só ganha de Serra Leoa.equivale a 31,7% da população. 21,9 milhões dessa população são muito pobres, ou 12,9% dos brasileiros.

Violência
Segundo a UNESCO, de 60 países analisados, em apenas 06 o número de homicídios é superior ao número de mortes por acidentes de trânsito.Dentre esses está o Brasil e mais três países da América Latina. Em 49 desses países, o número de suicídios é superior ao número de homicídios; dentre as exceções está o Brasil e mais sete países da América Latina. A América Latina é a região onde mais ocorrem homicídios no planeta: 30 mortes para cada grupo de 100.000 pessoas ao ano, o triplo da média mundial.
Da população mundial, o Brasil responde por 11% de todos os homicídios do planeta. É o 2º país que mais mata utilizando armas de fogo, 3º em homicídios contra jovens e 4º colocado em homicídios no geral. O Brasil é o 3º mais violento da América Latina, perdendo somente para a Colômbia e Venezuela.

Aborto
Estima-se que são feitos 42 milhões de abortos a cada ano em todo o Planeta, e, desses, 20 milhões são ilegais ou executados clandestinamente. Segundo a OMS, abortos inseguros causam por volta de 65.000 a 70.000 mortes maternas a cada ano(1), 99% das quais ocorrendo nos países em desenvolvimento(2).
No Brasil a cada minuto, quase dois abortos clandestinos são realizados . O número é uma estimativa baseada nas internações pós-aborto pelo SUS e aponta que, desde 1999, cerca de 952 mil mulheres interromperam a gravidez por ano no país.

Desmatamento
Dados divulgados indicam que a Floresta Amazônica perdeu 754,3 quilômetros quadrados de florestas entre novembro de 2008 e janeiro de 2009. A área equivale a metade do município de São Paulo.
O país perdeu um campo de futebol a cada dez minutos na Amazônia, nos últimos 20 anos.
O Brasil é campeão mundial de desmatamento. Em segundo lugar está a Indonésia: 18,7 km2 por ano e, em terceiro, segue o Sudão, com 5,9 km2. As principais causas pelo desmatamento na Amazônia são a retirada de madeira, o cultivo de soja e gado.

Nós, do Planeta Voluntários, convidamos você a servir e a apoiar os outros com devoção e compaixão. Começando com a nossa própria transformação pessoal e, mediante serviço, por fazer a diferença, é a forma como nós acreditamos que vamos chegar a essa massa crítica de pessoas que, juntas, emerge como a nova humanidade. Serviço altruísta surge espontaneamente a partir de apenas compreendendo que somos uma humanidade. Talvez você possa escolher as atividades que podem de alguma forma contribuir para o bem estar dos outros em sua comunidade. Isso poderia ser empenho pessoal voluntariado como ajudar uma pessoa idosa, um orfanato, um abrigo, um hospital, entre outros.

Os valores e os princípios do movimento emergente para uma nova humanidade, e da Aliança, que está a tentar servi-lo, se baseiam no apoio de políticas, as causas e as ações que favoreçam o respeito pela vida, dignidade humana, a liberdade, a sustentabilidade ecológica e a paz.

Faça todo o bem que puder
Por todos os meios que puder
De todas as maneiras que puder.
Em todos os lugares que puder
Todas as horas que puder
Para todas as pessoas que puder
Enquanto você puder.
Faça a Diferença.

PLANETA VOLUNTÁRIOS - Porque ajudar faz bem !!!http://www.planetavoluntarios.com.br

Postagens populares