terça-feira, 28 de abril de 2009

Quarta às Quatro na Biblioteca Nacional

O jornalista Vitor Iorio convida os participantes do Clube de Comunicação para a nova temporada 2009 do programa Quarta às Quatro na Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. O tema central deste ano é "Jornalistas escritores e a realidade brasileira", que será desdobrado em quatro painéis: "Futebol, paixão nacional", "História, relato singular", "Literatura, a força do impresso" e "Política, fatos e biografias". As imperdíveis histórias do jornalista e escritor Roberto Porto abrem a programação e ainda contam com o contraponto de outro craque do esporte, o também jornalista e escritor João Máximo. Vale a pena participar! É um evento gratuito.

Nota de: Terezinha Santos - tsantos@tfscomunicacao.com.br

Meu Grande Amor


Eu me acostumei a sonhar
E jamais deixei de acreditar
Que meu destino era te amar.
Não te esperei,
Mas meu coração
Já sabia dos truques da vida,
Ele junto do destino uniu forças
E fez com que nossos olhares se cruzassem...
E de um momento
Nascesse um grande amor.
Amor que acelera o coração
E alimenta a alma.
Momentos que já estavam escritos,
E que nenhum mortal
Seria capaz de mudar.
Um amor que podem anos se passar,
Mas ele jamais vai deixar de existir.
As palavras poderiam denunciar
Que não existe mais amor,
Mas o coração não iria aceitar,
Iria ignorar as palavras e sofrer.
Encontrei
Meu Grande Amor,
Um encontro que mudou a minha vida,
Que me ensinou
O que é
Realmente Amar!!!

O regime de tributação das instituições de ensino influencia nos benefícios concedidos pelo Prouni?

De acordo com a solução de consulta nº 77, da Receita Federal do Brasil, os incentivos fiscais referentes à Cofins, ao PIS/Pasep, ao CSLL e ao IRPJ concedidos às instituições de ensino em razão de adesão ao Programa Universidade para Todos (Prouni) recaem, na forma determinada pela legislação, sobre o valor das receitas decorrentes da realização de atividades de ensino superior (provenientes de cursos de graduação ou cursos sequenciais de formação específica). Assim, é irrelevante o regime de tributação adotado para o cálculo do imposto de renda.

Trabalhando em Manaus!

Desculpe-me o atraso nas publicações. Estou viajando... Mas, ainda, estou atento!!! (rsss!)

Direto para as escolas

A partir deste ano, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) pode transferir recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) diretamente para as escolas. A decisão está prevista na medida provisória nº 455, publicada no Diário Oficial da União de 29 de janeiro. Ela também estende a alimentação e o transporte escolar aos alunos das escolas públicas do ensino médio e do médio profissionalizante.

Veja mais: www.mec.gov.br

MBE em responsabilidade social

O Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) está com as inscrições abertas para a XVIII turma do Master in Business Economics (MBE) em responsabilidade social. O curso pretende formar gestores e dar treinamento de pessoal em responsabilidade social corporativa nas organizações do setor público e do Terceiro Setor. Além disso, promove uma visão estratégica dos processos de gestão social por meio da apresentação de instrumentos administrativos, organizacionais e legais na formulação de projetos. O curso é composto por 360 horas-aula, tem duração de 12 meses e mais seis meses para a entrega da monografia.

Mais informações no site da universidade... www.ie.ufrj.br/rts

Navegar com segurança

Produzida pelo WCF-Brasil, organização criada pela S.M. Rainha Silvia da Suécia, a cartilha Navegar com segurança (45 págs., download gratuito) inspirou-se nos artigos 240 e 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Com ilustrações e linguagem clara, a publicação explica o que é e como funciona a internet, seus pontos positivos e negativos, o que é pedofilia, pornografia e abusos on-line. O site orienta sobre o uso adequado da rede por crianças e adolescentes e também sobre denúncias e como formar redes de proteção na escola e na família.

Veja mais: www.wcf.org.br

Orçamento Base Zero

A economia se encontra em um momento em que não basta planejar. É preciso saber como agir e de que forma. Para começar um orçamento, devem-se priorizar duas perguntas básicas: Quanto devemos gastar? Com o que devemos gastar? A gestão de custos está presente em todos os setores, e não é diferente nas organizações não governamentais. Por esse motivo, há de se buscar novos caminhos (formas mais eficientes de planejamento), deixando de lado vícios, ou ainda, a região de conforto, grandes inimigos de uma gestão eficaz.

Veja mais em: http://www.revistafilantropia.com.br/

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Instale o Twitter no Gmail em português

Com a chegada da versão em português do Gmail Labs, agora é possível instalar, sem gambiarras, o plug-in que permite postar no Twitter pelo e-mail.

Para ter acesso ao microblog no Gmail, siga os passos a seguir. Entre no serviço de correio eletrônico e clicar no ícone “Configurações”, no canto superior direito da caixa de entrada, e depois em “Labs” – em algumas contas, há o atalho direto para o Gmail Labs em vermelho na mesma região.

Na seção de plug-ins do Gmail, ative a opção de “Adicionar qualquer gadget pelo URL”, desenvolvido por Dan P e Dong C.

Feito isso, acesse “Configurações” e em seguida “Gadgets”. No campo “Adicionar gadget pelo URL”, digite o endereço do Twitter Gadget for Gmail: ´http://twittergadget.appspot.com/gadget-gmail.xml´ e adicione o recurso.

Um ícone com o pássaro azul aparecerá no canto esquerdo do e-mail. Agora, basta se logar e permitir que o endereço do Gmail seja associado à conta do Twitter. Assim que a página for atualizada, um pequeno campo de postagem aparecerá no mesmo lado esquerdo.

Quando quiser, o usuário pode escrever sua mensagem de até 140 caracteres e atualizar seu perfil na rede de microblog.

Fonte: http://www.windowsvistadicasemgeral.com

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Se você é dono de um cachorro que pertence a uma das raças perigosas, por favor leia esse aviso!

Nunca deixe seu cachorro sozinho com uma criança sem alguém para cuidar em nenhuma circunstância.
Um minuto foi o suficiente para acontecer o que aconteceu , olhe a foto abaixo.

Ecovilas exploram soluções para um futuro sustentável

Sob designações como comunidade alternativa, comunidade sustentável ou ecovila, já são mais de 15 mil em todo o mundo e têm servido como laboratórios vivos do futuro que queremos alcançar.

Veja mais: http://www1.ethos.org.br/EthosWeb/pt/2280/servicos_do_portal/noticias/itens/ecovilas_exploram_solucoes_para_um_futuro_sustentavel.aspx

Curso ensina Comunicação e Marketing para organizações sociais

Nos próximos dias 15 e 16 de maio, o GIFE realiza o terceiro módulo da edição 2009 do curso instrumental Ferramentas de Gestão, em São Paulo. Realizado com o apoio do Instituto Itaú Cultural, a aula terá como tema Comunicação e Marketing para Organizações na Sociedade Civil.

Este módulo tem como objetivo central promover o conhecimento básico sobre planejamento estratégico de comunicação, além da aplicação de metodologias e ferramentas de comunicação e marketing social para organizações sem fins lucrativos.

Veja mais: http://www.gife.org.br/ferramentas.php

INFÂNCIA & ADOLESCÊNCIA

Avaliação divulgada pela Associação Nacional dos Centros de Defesa (Anced) mostra que a violência institucional, aquela cometida pelo próprio Estado, é um dos grandes desafios na área dos Diretos da Criança e Adolescente no Brasil. A conclusão faz parte do segundo relatório sobre a situação dos direitos da criança e do adolescente no país.

Segundo o coordenador da Anced, Djalma Costa, o Estado não tem cumprido os compromissos e as diretrizes estabelecidos pela Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC) da Organização das Nações Unidas (ONU). Mais do que isso, viola o direito à saúde quando não oferece assistência médica às crianças.

Veja mais: http://www.gife.org.br/

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Tornese um lago

Um velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.

- "Qual é o gosto?" perguntou o Mestre.

- "Ruim " disse o aprendiz.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago, então o velho disse:

- "Beba um pouco dessa água". Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou:

- "Qual é o gosto?"

- "Bom!" disse o rapaz.

- Você sente gosto do "sal" perguntou o Mestre?

- "Não" disse o jovem.

O Mestre então sentou ao lado do jovem, pegou sua mão e disse:

- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende aonde a colocamos. Então quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido das coisas. Deixe de ser um copo. Torne-se um lago!

Veja mais: http://www.dejovu.com

sexta-feira, 17 de abril de 2009

LIVRO: RESPONSABILIDADE SOCIAL E CIDADANIA: CONCEITOS E FERRAMENTAS

Download gratuito de livro escrito recentemente pelos pesquisadores do LTDS/COPPE/UFRJ para o SESI Nacional: http://www.sesi.org.br/portal/main.jsp?lumPageId=8A81818B1494CE240114983D8CE75106&itemId=8A9015D01FF0971001200002DAC96C62

I dreamed a dream

De sua casa na Escócia, Susan Boyle, cantora revelação do reality show "Britain's got talent", cantou nesta quarta-feira ao vivo para o "Good morning America", que tem uma audiência de 5 milhões de pessoas. Susan, que tem entre seus fãs Demi Moore e Oprah Winfrey, já é considerada uma estrela global graças a sua performance da canção "I dreamed a dream", do musical "Os miseráveis".

Por favor! Vejam... http://www.oglobo.com.br/cultura/revistadatv/video/2009/11670/','audiovideo',720,580,'no','no'

quinta-feira, 16 de abril de 2009

No Twitter você prefere influenciar ou multiplicar?

E olha que até o início da semana eu não sabia nada sobre isso... Mas graças as amigas do Clube de Comunicação, graças mesmo, fui "iluminado"!

Nosso amigo, o GoUp, tem mais de 20 mil seguidores no Twitter e conta o que fez para isso acontecer. Não é uma sugestão e nem ele está dizendo que quantidade é o caminho a seguir. Descubra o melhor uso para você.

Por: Iuri Brito (iuri@prumos.com.br) é publicitário, palestrante, especialista em planejamento digital, fundador da agência digital Prumos e o @GoUp no Twitter.

Leia: http://webinsider.uol.com.br/index.php/2009/04/15/como-ser-um-popstar-no-twitter

Petrobras e Inmetro apresentam primeiros veículos com etiquetas que indicam o consumo de combustível

A Petrobras e o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) apresentam, nesta sexta-feira (17/4), às 15h, na sede da Federação das Indústrias de São Paulo, os primeiros veículos participantes do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular. A partir deste mês, o consumidor poderá escolher o carro que melhor atende sua necessidade, comparando os modelos disponíveis quanto à economia de combustível, a partir de etiquetas que indicam o consumo de cada um. A cerimônia será transmitida ao vivo pelo site da Federação das Indústrias de São Paulo.


O evento terá as presenças do gerente executivo de Desenvolvimento Energético da área de Gás e Energia da Petrobras e secretário executivo adjunto do Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural (Conpet), Mozart Schmitt de Queiroz, e do presidente do Inmetro, João Jornada, que representará o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Representantes dos Ministérios de Minas e Energia e do Meio Ambiente, da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e da Associação Brasileira de Empresas Importadoras de Veículos Automotivos (Abeiva) também estarão presentes.


Cinco fabricantes, que representam cerca de 50% das vendas do mercado brasileiro de automóveis, aderiram voluntariamente ao Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBE). As informações a respeito da eficiência energética dos veículos poderão ser consultadas na Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), que será afixada opcionalmente pelas montadoras nos carros. Os dados também estarão disponíveis na tabela que será publicada nos sítios do Inmetro e do Conpet no dia 17 de abril, a partir das 17h.


O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular é uma iniciativa do Inmetro em parceria com o Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural (Conpet), instituído pelo Ministério de Minas e Energia. O Conpet é implementado pela Petrobras com o objetivo de desenvolver ações que promovam uma cultura antidesperdício e estimulem o uso racional dos combustíveis em residências, indústrias e no transporte. A Petrobras já participa do Programa Brasileiro de Etiquetagem, coordenado pelo Inmetro, para fogões e aquecedores de água a gás.


O PBE Veicular também tem a participação do Ministério de Minas e Energia (MME), da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental de São Paulo (Cetesb), do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Melo da Petrobras (Cenpes) e da indústria automobilística. O programa conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e da Associação Brasileira de Empresas Importadoras de Veículos Automotivos (Abeiva).


O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular foi lançado em novembro de 2008, no Salão do Automóvel, em São Paulo, pelo Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge. O PBE Veicular inclui o Brasil na lista dos países que desenvolvem programas de eficiência energética e de uso racional de combustível em veículos como Estados Unidos, Japão, Austrália, China, Canadá, Cingapura e países da União Européia. A experiência mundial mostra que esses programas, voluntários ou compulsórios, induzem à fabricação de veículos mais eficientes, beneficiando o consumidor e o meio ambiente.


Fonte: Comunicação Petrobras


Clube de Comunicação convida para a palestra/papo: A Inteligência Emocional e o Autoconhecimento

"O ser humano necessita se comunicar. Não é possível mais viver sozinho, sem perceber ou se deixar influenciar pela existência dos outros".

A palestrante: Lilly Paes Barreto é formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda; Licenciada em Letras/Inglês (English Language Institute da Universidade de Michigan). Sócia diretora da ACTION LINE Assessoria de Empresas. Publicou artigos, crônicas e reportagens em jornais americanos, no Japão, e em revistas especializadas brasileiras. Planeja e realiza palestras e seminários comportamentais.

Fundadora e sócia da Action Line Assessoria de Empresas, Lilly atua em Recursos Humanos e Treinamento / Desenvolvimento Comportamental.

Data: 30 de abril (5ª. feira)

Horário: 19h

Local: Restaurante Graça da Vila, Rua do Catete 133 ( 2º piso), próximo da Estação do Metrô, Catete.

Lilly Paes Barreto é autora do livro "Como se livrar de um executivo incômodo", publicado pela Editora Litteris, aborda, de forma leve e bem humorada, situações que ocorrem nas empresas e são vivenciadas por uma gama de executivos e outros profissionais. No caso da crônica que intitula o livro, a pessoa incômoda é um executivo do qual a empresa quer se livrar, mas hesita em demiti-lo porque ele é, justamente, um bom profissional.

Lilly planeja e realiza cursos e workshops abertos, fechados e à distância, direcionados a aperfeiçoar o trabalho do staff e dirimir problemas de relacionamento entre colegas de trabalho, entre a direção e o staff e entre a gerência e a diretoria

Favor confirmar presença pelos e-mails: tsantos@tfscomunicacao.com.br; better@background.com.br;

Fonte: Terezinha Santos / Gilson Campos / Bette Romero

Energia nuclear pode ser a solução para o aquecimento global

Considerado o maior ambientalista do mundo, o britânico James Lovelock, defende a ídeia de que a saída para o aquecimento global é a energia nuclear.

Acompanhe a entrevista do cientista: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1000765-7823-ENERGIA+NUCLEAR+PODE+SER+A+SOLUCAO+PARA+O+AQUECIMENTO+GLOBAL,00.html

O religioso e os filhos

Narra antiga lenda que um religioso dedicado, vivia muito feliz com sua família: uma esposa admirável e dois filhos queridos.

Certa vez empreendeu longa viagem, ausentando-se do lar por vários dias. No período, um grave acidente provocou a morte dos dois filhos amados. A mãe sentiu o coração dilacerado de dor.

No entanto, por ser uma mulher forte, sustentada pela fé e pela confiança em Deus, suportou o choque com bravura. Mas, uma preocupação lhe vinha à mente: como dar ao esposo a triste notícia? Sabendo-o portador de insuficiência cardíaca, temia que não suportasse tamanha comoção. Lembrou-se de fazer uma prece, rogando a Deus auxílio para resolver a difícil questão.

Alguns dias depois, num final de tarde, o religioso retornou ao lar. Abraçou longamente a esposa e perguntou pelos filhos. Ela pediu para que não se preocupasse. Que tomasse o seu banho, e logo depois ela lhe falaria dos moços.

Alguns minutos depois, estavam ambos sentados à mesa. Ela lhe perguntou sobre a viagem, e logo ele perguntou novamente pelos filhos. A esposa, numa atitude um tanto embaraçada, respondeu ao marido:

- Deixe os filhos. Primeiro quero que você me ajude a resolver um problema que considero grave.

O marido, já um pouco preocupado, perguntou:

- O que aconteceu? Notei você abatida! Fale! Resolveremos juntos, com a ajuda de Deus.

- Enquanto você esteve ausente, um amigo nosso visitou-me e deixou duas jóias de valor incalculável, para que as guardasse. São jóias muito preciosas! Jamais vi algo tão belo! O problema é esse... Ele vem buscá-las e eu não estou disposta a devolvê-las, pois já me afeiçoei a elas. O que você me diz?

- Ora, mulher! Não estou entendendo o seu comportamento! Você nunca cultivou vaidades! Por que isso agora?

- É que nunca havia visto jóias assim! São maravilhosas!

- Podem até ser, mas não lhe pertencem! Terá que devolvê-las.

- Mas eu não consigo aceitar a idéia de perdê-las!

E o religioso respondeu com firmeza:

- Ninguém perde o que não possui. Retê-las equivaleria a roubo! Vamos devolvê-las, eu a ajudarei. Faremos isso juntos, hoje mesmo.

- Pois bem, meu querido, seja feita a sua vontade. O tesouro será devolvido. Na verdade isso já foi feito. As jóias preciosas eram nossos filhos. Deus os confiou à nossa guarda, e durante a sua viagem Ele veio buscá-los. Eles se foram...

O religioso compreendeu a mensagem. Abraçou a esposa, e juntos derramaram muitas lágrimas.

Confira: http://www.dejovu.com

Fabiano Nascimento no BNDES

Fabiano Nascimento sai da MULTIRIO, onde produzi por dois anos o "Rio, a cidade", e entra no dia 4 de maio na área de comunicação do BNDES.

Novos horizontes, novas possibilidades!
Boa sorte!

Fonte: Fabiano Nascimento - fabianosilva@hotmail.com (e-mail e MSN)

ANDREI BASTOS no Jornal Visual da TV Brasil

Amanhã, dia 17, o Jornal Visual da TV Brasil vai apresentar, às 12h25m, uma entrevista de ANDREI BASTOS sobre o projeto do Plano Nacional pela Primeira Infância e as crianças com deficiência.

Não perca!

Fonte: ANDREI BASTOS - http://blog.andrei.bastos.nom.br

quarta-feira, 15 de abril de 2009

É muito mais fácil disfarçar um problema financeiro...

Qual é o seu problema? Por que fazer o dinheiro sobrar e trabalhar para você? Estas são algumas perguntas que comumente faço hoje em dia. A primeira, incisiva e objetiva, gera as mais diversas reações com quem estou conversando. A segunda, mais profunda e que envolve objetivos e metas pessoais, sempre vem acompanhada de um breve silêncio. Como você reagiria diante destas perguntas?

Quero discutir neste texto o instinto de defesa que criamos diante de uma realidade adversa. Este instinto transforma-se na negação. Uma reflexão simples é capaz de explicar meu ponto de vista sobre a questão: quando procuramos, por livre e espontânea vontade, um pronto-socorro ou um médico, estamos aceitando (e assumindo) que temos um problema de saúde. Com o dinheiro, nem sempre somos tão sinceros e inteligentes. Por que?

Aprendi que problemas sempre têm solução. Mais, aprendi que para resolvê-los é preciso enxergá-los, encará-los. Isso soa como simples obviedade, hipocrisia ou moralismo para você? Cuidado com as conclusões sobre sua própria capacidade de sanar seus problemas financeiros, pois é justamente a negação o maior perigo das famílias endividadas.

A negação é invisível e gradual! E acho que estou aqui, 01h37 do dia 16 de abril, de 2009, escrevendo este texto, exatamente por isso!!!

É muito mais fácil disfarçar um problema financeiro que um importante sintoma de saúde deficiente, não acha? Transformar o tema “dinheiro” em algo único e exclusivo de seus momentos em frente ao espelho pode ser muito perigoso. Quando estamos sozinhos, fica fácil criar justificativas para nossos recentes atos, além de falsas metas, esquecidas quando agimos em sociedade ou junto da família.

A negação tem outra característica ainda mais nociva: sozinhos, raramente percebemos que nossas decisões são capazes (e muitas vezes responsáveis) de atrapalhar nossos planos de longo prazo. O efeito gradual do “está tudo bem” nos impede de atacar as questões que colocam em risco a saúde financeira da família. O dia passa, a semana termina, o mês finalmente avança. Parece estar “tudo bem”. Parece!

Escutei hoje na CBN o Sr. Dave Ramsey, especialista norte-americano em finanças pessoais e criador da metodologia My Total Money Makeover, dizer que sempre faz o seguinte comentário em seus programas semanais, veiculados em diversas rádios de lá:

“É comum perdermos gradualmente nossa saúde física, mental e financeira. Soa como um cliché, mas isso acontece porque o inimigo do ‘melhor’ não é ‘o pior’. O inimigo do ‘melhor’ é o ‘está tudo bem’. Negar impede que possamos realmente enxergar os problemas”

Notou o uso da palavra gradualmente? É cômodo aceitar as coisas como elas estão, sem discutir as possibilidades de transformá-las. Inúmeros indivíduos encontram-se acomodados em sua zona de conforto, mesmo reconhecendo que ela não é confortável o bastante. Será que decidir mudar é tão mais difícil do que desistir de mudar? Infelizmente, sim!

Desistir de mudar! Acredite, este é o primeiro obstáculo de quem realmente precisa melhorar sua vida financeira. Qualquer tentativa de ajustar o orçamento doméstico, de investir melhor seu dinheiro serão meros modismos se não há razão para o esforço contínuo. Quando a questão não é apenas a quantidade de dívidas, mas também sua reação diante delas, a coisa fica mais séria.

Caímos, agora sim, na segunda pergunta lá do primeiro parágrafo. Por que fazer o dinheiro sobrar? Porque vale a pena. Porque criar oportunidades é uma opção disponível para todos. Porque é interessante. Porque é gostoso. Porque faz bem.

Preencher uma planilha de controle de gastos (e como eu tento fazer isso...) é uma tarefa fácil, embora trabalhosa. O verdadeiro obstáculo não está na complexidade das variáveis financeiras disponíveis no mercado ou nas ferramentas cada vez mais completas, mas no desinteresse pelo tema, vivido por grande parte da população. Ter razões suficientemente fortes para investir e poupar significa pensar no futuro da família. Sobreviver diante da frustração, causada por aquele desejo ainda não realizado, é sinal de maturidade.

Nenhuma ferramenta de apoio financeiro funciona sem que existam objetivos, metas e alguma maturidade.

Se tudo que escrevi parece óbvio, cuidado! Há muito mais psicologia na economia do que podemos acreditar. Ignorar isso é, de novo, dar abrigo à negação.

Vai por mim... Sei do que estou falando!!!

terça-feira, 14 de abril de 2009

COPPE-UFRJ promove curso de extensão em elaboração e monitoramento de projetos sociais

A COPPE-UFRJ, associada ao COEP Nacional, promove curso de extensão a distância para profissionais e gestores de empresas não-governamentais. O curso objetiva familiarizar o aluno com técnicas e metodologias para elaboração, monitoramento e avaliação de projetos sociais, valorizando a dimensão comunicativa dos projetos e enfatizando a formulação e seleção de indicadores apropriados para monitoramento e avaliação.

As inscrições para o curso extensão são feitas através do site do Laboratório de Tecnologia e Desenvolvimento Social do Programa de Engenharia de Produção da COPPE (http://www.coppe.ufrj.br/) e vão até 11 de maio. O curso tem início previsto para o dia 15 de junho.

O curso destina-se a profissionais de organizações governamentais e não-governamentais, e também a alunos de cursos superiores que estejam interessados em planejamento e desenvolvimento de projetos sociais.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Karaoke para surdo e mudo

video

Um menino de futuro...

O que o anjo faria com aquele menino desleixado?

Era uma vez um menino muito desleixado e mal-educado. Se tirava, não guardava. Se guardava, era de qualquer jeito. Se tirava a roupa, onde caía, ficava. Escovava mal escovado, quando escovava. Penteava atrapalhado.

Seus pais tentavam fazer com que ele melhorasse. E falavam no seu ouvido. E falavam de novo. E filho isso, filho aquilo, faça assim, nao faça assado. Mas ele não melhorava, nem um pouquinho que fosse.

Porém, o menino tinha um anjo da guarda muito paciente e bom (haverá algum que não seja?), que se preocupava com ele. O anjo sabia que, se o menino continuasse assim, seria muito ruim para ele. Já havia tentado aparecer nos seus sonhos, sem resultado. Então o anjo tomou uma decisão: iria aparecer de verdade para o menino. É, anjos não costumam aparecer, mas podem quando querem. E ele assim o fez.

Um dia, o menino tomava seu banho (desleixado) quando chamou sua atenção uma luz suave entrando pela pequena janela do banheiro. Seu coração bateu mais forte: a luz foi tomando forma, a forma de um moço bonito, com belas asas brancas e vestido com uma bata azul, suspenso no ar. O garoto não sabia se gritava, se pegava a toalha ou se corria, e ficou imóvel, de boca aberta e olhos arregalados, olhando o anjo.

O anjo fez um sinal para o menino fechar a torneira do chuveiro, e ele o fez. Em seguida apontou para a parede, onde começaram a surgir imagens, como num filme. Ao se ver no filme, o menino se interessou, e até se esqueceu de perguntar quem era o anjo. Esqueceu-se até de que estava pelado.

E o menino viu, nas imagens muito coloridas do filme, ele mesmo. Não o menino desleixado e
mal-educado. O que ele viu foi a si mesmo guardando suas roupas no armário. Viu-se escovando muito bem os dentes, e viu estes muito brancos e bonitos. E se viu brincando e também organizando seus brinquedos. Viu-se brincando na terra e depois colocando as roupas sujas no cesto de roupa para lavar. Viu-se respeitando os mais velhos, e também os mais novos. Viu também como tinha tempo para estudar e para brincar. E viu mais: viu como seus pais ficavam satisfeitos com ele. Viu como tinha muitos amigos, e como os amigos gostavam dele, e os pais dos amigos também gostavam dele.

E o filme continuou a passar, com cores bonitas. O menino do filme foi crescendo.Passando de ano na escola com boas notas. Brincando, na hora de brincar. Namorando, na hora de namorar. Ajudando nas coisas da sua casa. Tudo com muito capricho e cuidado. Viu-se também ajudando pessoas, e sendo ajudado. Em cada idade, muitos amigos e amigas, e uma expressao feliz. Viu-se também errando algumas vezes, e aprendendo muitas coisas interessantes com os erros. E viu que ele também estava mais satisfeito consigo mesmo. Eram tantas coisas bonitas que o menino sentiu vontade de entrar no filme.

De repente, ao lado desse filme surgiu outro filme, com imagens bem diferentes, que o garoto conhecia muito bem. Nestas novas imagens aparecia ele, o garoto desleixado, escovando mal os dentes. Tratando mal as pessoas. Fazendo seus deveres de qualquer jeito. Quando o garoto do segundo filme começou a crescer, repetindo o ano na escola e com os dentes cariados, o menino, desviando o olhar das imagens, tapou os olhos com as mãos. O anjo viu que ele tinha percebido o que iria aparecer ali, e as imagens do segundo filme foram enfraquecendo, enquando o primeiro filme ficava ainda mais belo.

Nesse momento, alguém bate na porta e ouve-se a voz da mãe do menino reclamando da demora. O menino, tirando as mãos dos olhos, vê o anjo levando o dedo indicador à boca, como quem diz: "você não precisa contar para ninguém". As imagens na parede sumiram e o anjo foi voltando à forma de luz até desaparecer pela janela, enquanto o menino olhava, maravilhado.

Ouvindo de novo a voz da mãe insistindo, o menino respondeu, enquanto esfregava atrás das orelhas com a bucha:

- Mamãe, é que estou caprichando!

Veja mais... http://www.dejovu.com

A BELEZA DA VIDA...

Certas histórias não deveriam ter fim. O que falar, então, de alguém especial que marcou nossas vidas? Nem todas as palavras poderiam descrever um grande amor vivido, um ídolo admirado, um familiar inesquecível ou uma grande amizade.

É aí que se encaixa O Memorial Vivo, um portal elaborado para os que buscam uma forma segura, eficiente e democrática de reunir e compartilhar as recordações de pessoas especiais que permanecem latentes em nossas memórias.

Pioneiro no Brasil, O Memorial Vivo fala de vida, de relações, sucesso, conquintas e felicidade.
Oferecemos um espaço completo com fotos, vídeos, perfil, trilha sonora e outros recursos que lhe permitirão prestar uma homenagem à altura daqueles que enriqueceram nossas vidas com seu jeito especial de ser. Ideal para você reunir as recordações de um familiar, de um amigo ou daquele seu ídolo do esporte, da música, da política ou das artes.

Visitantes poderão convidar outras pessoas para conhecerem os Memoriais criados por você e outros usuários cadastrados poderão interagir, deixando homenagens acompanhadas de imagens ilustrativas especialmente selecionadas. Poderão também adicionar comentários nas fotos e nos vídeos, enriquecendo ainda mais as páginas dos seus Memoriais.

O Memorial Vivo oferece ainda a segurança necessária para a inserção de dados, permitindo ao usuário ter absoluto controle sobre o que é publicado nos Memoriais criados.

Navegue pelo site, visite outros Memoriais e veja todas as opções oferecidas pelo Memorial Vivo para você registrar, para esta ou para as próximas gerações, o seu eterno agradecimento às pessoas que admira.

Cadastre-se já e conheça todos os nossos benefícios!

sábado, 11 de abril de 2009

Anjos confeiteiros...

Nos dias que antecedem a Páscoa , há uma atividade febril nas cozinhas do céu. Anjos confeiteiros se esmeram em preparar os mais deliciosos chocolates para serem entregues às crianças de todo o mundo na manhã de Páscoa, para celebrar o antigo ritual em honra da vitória da vida. Há muito, muito tempo, havia entre os anjos aprendizes, um Anjinho cujo sonho era vir à Terra com os demais e distribuir os celestiais chocolates. Pediu a permissão do anjo chefe da expedição ,mas , este , lembrando como o anjinho era ainda pequeno, de asas pouco poderosas, negou o pedido.Afinal , o Anjinho,tão pequenino ainda, poderia perder-se, atrasar-se . E os Anjos sabem que é necessário retornar ao céu antes dos primeiros raios da aurora , pois , os portões se fecham antes do alvorecer.
O Anjinho,entretanto, não se deu por vencido.Cheio de esperanças foi falar com o Menino Jesus. Explicou-lhe seu desejo. Jesus, porém, considerou que não era correto desautorizar a ordem do Anjo Responsável. Afinal, seria uma quebra de disciplina pouco recomendável ao exercício da Liderança, no qual se notabilizara como Mestre.
Mas , o Anjinho, tinha ânimo valente . E era esperto também. Chorando muito, o que o fazia ainda mais comovente , sentou-se sobre uma nuvem bem branquinha . Chorou ! Chorou! Foi então, que a Divina Senhora, ouvindo seu choro tão sentido, resolveu verificar o quê o afligia. Tomando-o amorosamente nos braços, consolando-o , perguntou-lhe a causa do choro. O Anjinho contou-lhe seu sonho. A Senhora, compadecida, tornou-se embaixadora do Anjinho e pediu a Seu Filho que autorizasse a descida do coitado.
Sua vontade foi satisfeita.Que negaria um pedido seu?
Arrumaram uma cestinha bem bonita com porções de chocolates.Fizeram mil recomendações e quando o cortejo celeste deixou o céu, o Anjinho veio junto.Era comovente vê-lo a bater suas asinhas com todo o empenho para não atrasar-se.
Distribuiu toda sua pequena carga bem rápido , seguiu o mapa das entregas com atenção.Fez tudo direitinho.
Quando já retornava ao céu bem antes da aurora, sobrevoou um lugarejo muito pobre. Chamou-lhe a atenção um casebre miserável. Aproximando-se viu nele, sobre um catre gelado, uma mulher em prantos e a seu lado um menino pequeno. Não havia fogo embora fizesse frio .Não havia pão nem leite.
O Anjinho tomado de compaixão chorou por não ter mais nenhum pedacinho de chocolate em sua cesta.
Mas lembrou-se de um segredo que só Anjos conhecem. Se um Anjo retirar uma estrela do céu e colocá-la sob uma panela em casa dos homens , tudo que na panela se ferver terá o gosto e o aroma do mais fino chocolate.
Não perdeu tempo.Batendo vigorosamente suas asinhas , voltou ao céu e lá tomou em suas mãozinhas uma minúscula estrelinha.
Voltando célere, colocou-a sob a caçarola que jazia sobre o fogão apagado.Enquanto voava novamente para o céu, pode sentir o cheiro do chocolate que envolvia a choupana.
E foi por obra de um Anjinho aprendiz de amoroso coração que naquela noite de Natal , uma mulher pode acalentar seu menino com doce e quente chocolate.
Ao voltar para o céu já na barra do dia, os portões estavam fechando-se .Esgueirou-se nosso Anjinho deixando algumas penas de suas asinhas. Mas nada importava. Tinha ido à Terra .Estava feliz seu coraçãozinho.
Sentou-se na sacada celestial para apreciar o nascer do sol. Neste momento , seu coração apertou-se. No lugar de onde retirara a estrelinha , havia agora , um buraco. Uma feia ferida na harmonia cósmica. E o Anjinho chorou. Como explicar ?
Neste momento, a Mãe , a Eterna Senhora, tomou-o de novo nos braços protetores. Percebendo a causa da aflição do Anjinho, retirou uma das lindas estrelinhas que bordam seu etéreo manto e deu-a ao Anjinho , dizendo-lhe que a coloca-se no lugar de onde retirara a outra.
O Anjinho , feliz, enxugando as lágrimas,assim o fez.
Daquela Páscoa em diante , por todos os dias de nossa jornada sobre a Terra, a cada anoitecer, a primeira Estrela que nosso saudoso olhar contempla no firmamento é a estrela do manto da Senhora , que brilha para nos lembrar da compaixão, da coragem , do Amor de um Anjinho aprendiz.
Que nesta Páscoa possamos reaprender a viver estas Virtudes.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

DAS RUAS ÀS REDES

Está sendo escrito um livro sobre Cidadania em Rede que poderá contar com comentários, e sugestões de conteúdo em rede pelo site abaixo. Quem quiser comentar e incluir suas experiências poderá acessar o livro gratuitamente pelo site: http://www.coepbrasil.org.br/portal/publico/apresentarcaderno.aspx?id=24346

terça-feira, 7 de abril de 2009

ESPETÁCULO!!!

video

Manual do consumo consciente

Com o objetivo de incentivar o consumo sustentável, o site do Instituto Akatu possui publicações para download gratuitas sobre o tema. Os textos, de leitura fácil e dinâmica, trazem dicas e ações a serem executadas no dia-a-dia. Um exemplo é a cartilha Doze Princípios do Consumidor Consciente, que resume, de forma simples, o resultado de estudos, mobilizações e desenvolvimento de metodologias realizadas pela equipe do Akatu e seus parceiros. O material pode ser encontrado na seção “Publicações”.

Veja mais: www.akatu.org.br

Novos critérios do seguro-desemprego

O Conselho Deliberativo do FAT (Codefat) publicou a resolução nº 587/2009, que dispõe sobre os novos valores do benefício do seguro-desemprego, vigentes a partir de 1º de fevereiro. Segundo o texto, para apuração do valor da parcela do seguro-desemprego, serão aplicados os seguintes critérios: a) para média salarial até R$ 767,60, obtida pela soma dos três últimos salários anteriores à dispensa, o valor da parcela será o resultado da aplicação do fator 0,8; b) para a média salarial compreendida entre R$ 767,61 e R$ 1.279,46, será aplicado o fator 0,8 até o limite da letra “a”, descrita anteriormente, e, no que exceder, o fator 0,5; c) para a média salarial superior a R$ 1.279,46, o valor da parcela será igual a R$ 870,01, não podendo ultrapassar esse valor.

Veja mais: http://www.mte.gov.br/codefat

A intenção do doador: investimento social privado e os privilégios tributários

Será que o status de isenção tributária deveria ser outorgado para todas as doações? O redeGIFE e a Alliance questionaram especialistas sobre o tema e trazem aos leitores opiniões distintas sobre como encarar a liberdade de doar dos investidores.

Reconhecendo os benefícios dessa generosidade privada, em muitos países o Investimento Social Privado (ISP) é incentivado por políticas públicas e o fluxo de doações é frequentemente ampliado pelo tratamento favorável dos impostos. No entanto, os doadores, invariavelmente, não são responsabilizados perante o público como os governos.

Leia mais: http://www.gife.org.br/redegifeonline_noticias.php?codigo=8449

sexta-feira, 3 de abril de 2009

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Campanha em Defesa do Diploma!

O Supremo Tribunal Federal retirou ontem de sua pauta o julgamento do recurso contra a obrigatoriedade do diploma de Jornalismo para o exercício da profissão e não marcou nova data para analisar a questão.

Pouco antes das 17h, a Executiva da Fenaj e a coordenação da Campanha em Defesa do Diploma foram comunicadas do adiamento e agora vão se reunir para traçar novas estratégias e continuidade do movimento. "A orientação é para que a movimentação nos estados e os preparativos para o Dia do Jornalista, 7 de abril, prossigam", disse Luiz Spada, diretor da Fenaj.

O julgamento para a revogação ou manutenção da Lei de Imprensa, também na pauta de ontem, foi iniciado pouco depois das 14h. Suspenso por volta das 18h, terá continuidade na sessão plenária do próximo dia 15 de abril. O ministro relator Carlos Ayres Brito defendeu a suspensão total da Lei de Imprensa e foi acompanhado pelo voto favorável de dois ministros.

Antes, também se pronunciaram a favor da extinção da Lei o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), o representante da ABI, Tiago Amaral, a advogada Juliana Vieira dos Santos, representante da ong Artigo 19 Brasil, e também o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza.

A sessão no Supremo foi antecedida de grande movimentação. Manifestantes em defesa do diploma começaram a se concentrar em frente ao STF, mas uma cerca de arame impedia maior aproximação dos integrantes do movimento. Caravanas de outros estados, por causa da cerca, permaneceram em uma área lateral ao prédio do STF, de onde podiam ser observados do plenário pelos 11 ministros. Havia pelo menos três ônibus de São Paulo e dois de Goiânia. Faixas, cartazes, apitaço e palavras de ordem formaram o cenário antes e durante o julgamento da Lei de Imprensa.

No plenário, o deputado Miro Teixeira, que representou o PDT ao pedir a revogação de 22 artigos da Lei de Imprensa, no ano passado, disse que a liberdade de expressão, cerceada pela Lei, imposta durante a ditadura, "não é um direito do acionista do jornal, mas um direito do povo". E decretou: "Que ela seja banida do mundo das leis."

A advogada Juliana dos Santos citou dois casos de pessoas prejudicadas pela aplicação da Lei de Imprensa, condenados a cumprir penas duras. No primeiro, uma professora aposentada criticou o sistema carcerário e, por isso, teria sido condenada a quatro anos de prisão por ter ofendido a honra do magistrado responsável pela supervisão das cadeias.. Em outro caso, um professor universitário foi condenado a um ano de cadeia por criticar um senador da República.

Fonte: Ilza Araujo dos Santos - iaraujodossantos@yahoo.com.br (Clube Comunicacao)

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Câncer de mama!

O Site do câncer de mama está com problemas, pois não tem o número de acessos e cliques necessários para alcançar a cota que lhes permite oferecer UMA mamografia gratuita diariamente a mulheres de baixa renda.

Demora menos de um segundo, ir ao site e clicar na tecla cor-de-rosa que diz 'Campanha da Mamografia Digital Gratuita'.

Não custa nada e é por meio do número diário de pessoas que clicam, que os patrocinadores oferecem a mamografia em troca de publicidade.


Lá, também é possível conhecer os locais onde são realizadas essas mamografias gratuitas.

Postagens populares