sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Para 2012...

Com a chegada do ano novo, também chega à hora de avaliar o que foi feito, o que não foi feito e o que pode ser feito. Contudo, ao se avaliar o ano que se finda e fazer um balanço com os novos desejos, se notará que pouca coisa mudou, sabe por quê? Porque suas atitudes não mudaram. É assim que as coisas funcionam! Você deseja que tudo mude menos seu comportamento, daí o balanço ao final do ano fica sempre no negativo e a frase que diz que "o ano já vai tarde" torna-se cada vez mais popular.

Antes de você pronunciar esta frase, pense no que você mudou no seu comportamento (de verdade) ao longo do ano. Depois refaça por escrito seu planejamento e delimite algumas datas para que ele se realize, mas lembre-se que as datas devem ser alcançáveis, ser um objetivo real.

Para o ano começar bem, tente mudar primeiro sua visão de como gostaria que ele fosse e faça seu planejamento escrito e depois, comece a trabalhar para que ele funcione.

Não esqueça nunca... A sorte é o encontro do preparo com a oportunidade. Atualize-se e faça sua história no próximo ano... Um ano realmente novo!

Boas festas e bom começo de ano!!!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

OPORTUNIDADE


PERFIL
ENG. DE SEGURANÇA DO TRABALHO / TÉC. SEGURANÇÃ DO TRABALHO / ENG. DE MEIO AMBIENTE / TÉC. DE MEIO AMBIENTE / PROFISSIONAIS DA QUALIDADE (NÍVEL TÉCNICO E SUPERIOR) / PROFISSIONAIS DA RESPONSABILIDADE SOCIAL (NÍVEL TÉCNICO E SUPERIOR)

EXPERIÊNCIA

IDENTIFICAÇÃO DE PROCESSOS; LEVANTAMENTO DE REQUISITOS E EXPECTATIVAS DE CLIENTES; DEFINIÇÃO DE POLÍTICAS, OBJETIVOS E METAS; DESENVOLVIMENTO DE DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS E AQUELES CONSIDERADOS COMO RELEVANTES PELAS ORGANIZAÇÕES; CONSCIENTIZAÇÃO DE FORÇA DE TRABALHO; AUDITORIAS INTERNAS; COLETA E ANÁLISE DE DADOS; MEDIÇÃO DE SATISFAÇÃO DE CLIENTES; ANÁLISE DE NÃO CONFORMIDADES; DEFINIÇÃO DE AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS; GERENCIAMENTO DE PROGRAMA DE AUDITORIAS; MANUTENÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO E DOS REGISTROS; ANÁLISES CRÍTICAS; ACOMPANHAMENTO DE PLANOS DE AÇÃO.

OPORTUNIDADE

ATUAR COMO INSTRUTOR, EM CAXIAS, DE UM OU MAIS DOS TEMAS ABAIXO.

•         Acidentes do Trabalho
•         Biossegurança
•         CIPA - 40 horas
•         Combate a Incêndio
•         Educação Ambiental
•         Legislação aplicada à Segurança do Trabalho
•         Planejamento de uma SIPAT
•         Primeiros Socorros - 20 horas
•         Processos Industriais e Impactos Ambientais
•         Riscos e Segurança do Trabalho / Elaboração de PPRA (LTCAT)
•         Saúde Ocupacional
•         Segurança na Área de Petróleo e Gás
•         Segurança na Construção Civil
•         Treinamento para Auditoria Interna ABNT NBR ISO 9001:2008
•         Treinamento para Auditoria Interna ABNT NBR ISO 14001:2004
•         Treinamento para Auditoria Interna ABNT NBR 16001:2004
•         Treinamento para Auditoria Interna OHSAS 18001:2007
•         Treinamento para Auditoria Interna Sistemas de Gestão Integrados - ISO 9001:2008, ISO 14001:2004, OHSAS 18001:2007

INTERESSADOS, ENVIAR CURRÍCULO PARA: tramite@atramite.com.br

domingo, 27 de novembro de 2011

Moro em ITAIPU e fui rendido na porta da minha casa...


A REGIÃO OCEÂNICA DE NITERÓI ESTÁ ABANDONADA!!! Moro em ITAIPU e fui rendido na porta da minha casa, na quinta... Ameaçado, assim como minha mãe, com arma na cabeça. Meu carro, tv, som, computador, telefones, relógios, dinheiro... Tudo roubado! Nos colocaram no banheiro – até meu cachorro entrou na dança – e levaram tudo! Menos, graças a Deus, as nossas vidas!!!
Soube na 81 DP, Itaipu, que existe uma investigação sobre ASSALTOS EM RESIDÊNCIAS. Soube, ainda, que os números são assustadores... A REGIÃO OCEÂNICA DE NITERÓI ESTÁ ABANDONADA PELO MUNICÍPIO, PELO ESTADO!!!

Foram vários os tombos este ano


Uma total dedicação a um projeto pessoal, fadado a dar errado desde o início, da forma como foi conduzido, e que acabou gerando uma enorme frustração, já que eu sempre acreditei que tudo iria mudar; uma velha esperança de mudança, na vida, que nunca aconteceu; decepção com pessoas que amei e me entreguei como filho, amigo, irmão; projetos profissionais atrapalhados por ganância e deslealdade de pessoas que se diziam amigas, que estiveram do meu lado por muito tempo...
Venho há tempos contemplando essa questão do dar e do receber. É muito comum querermos receber mais do que estamos recebendo. Sempre fui de reclamar... “eu dou, dou e dou, e não recebo nada em troca”. Por outro lado, conheço algumas pessoas que estão sempre dando e nunca lhes falta nada, estão sempre em estado de abundância e gratidão. Qual será o ponto de equilíbrio nisso tudo?!
Pra mim, no fundo de tudo isso, dar e receber são a mesma coisa! Devem acontecer ao mesmo tempo!!! Enquanto estou dando com uma mão, estou recebendo com a outra. Quando nos conectamos com o coração, que o amor, a entrega, que tudo é verdadeiro, não diferenciamos mais as duas atitudes, porque elas são partes de um só movimento, que é o movimento da entrega ao fluxo, e de saber a medida das coisas, de saber ouvir as próprias necessidades e as necessidades dos outros. E entender profundamente cada momento e cada pessoa, assim como são... Se isso não acontece é porque não existe conexão com o coração, com amor, com entrega... Nunca haverá estado de abundância e gratidão!
Para chegarmos nisso é necessário um esforço no sentido de reconhecermos nossas tendências de comportamento socialmente criadas, as culpas que carregamos por influência da nossa educação e vivência, e de todo o egoísmo e competição que a sociedade ensina. Precisamos nos corrigir, nos curar.
O maior erro do ser humano é o desejo de receber só para si mesmo. E que temos que ser ao mesmo tempo receptores e emissores, sair do ego que quer apenas receber. O passo pode ser dado por qualquer pessoa, a qualquer hora e em qualquer situação. É só uma questão de olhar a situação de uma maneira diferente, e com generosidade, perceber que somos todos partes de um mesmo todo, e que ajudando os outros estaremos ajudando a nós mesmos, e vice-versa.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

VAGAS PARA INSTRUTORES

PERFIL
ENG. DE SEGURANÇA DO TRABALHO / TÉC. SEGURANÇÃ DO TRABALHO / ENG. DE MEIO AMBIENTE / TÉC. DE MEIO AMBIENTE / PROFISSIONAIS DA QUALIDADE (NÍVEL TÉCNICO E SUPERIOR) / PROFISSIONAIS DA RESPONSABILIDADE SOCIAL (NÍVEL TÉCNICO E SUPERIOR)

EXPERIÊNCIA

IDENTIFICAÇÃO DE PROCESSOS; LEVANTAMENTO DE REQUISITOS E EXPECTATIVAS DE CLIENTES; DEFINIÇÃO DE POLÍTICAS, OBJETIVOS E METAS; DESENVOLVIMENTO DE DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS E AQUELES CONSIDERADOS COMO RELEVANTES PELAS ORGANIZAÇÕES; CONSCIENTIZAÇÃO DE FORÇA DE TRABALHO; AUDITORIAS INTERNAS; COLETA E ANÁLISE DE DADOS; MEDIÇÃO DE SATISFAÇÃO DE CLIENTES; ANÁLISE DE NÃO CONFORMIDADES; DEFINIÇÃO DE AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS; GERENCIAMENTO DE PROGRAMA DE AUDITORIAS; MANUTENÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO E DOS REGISTROS; ANÁLISES CRÍTICAS; ACOMPANHAMENTO DE PLANOS DE AÇÃO.

OPORTUNIDADE

ATUAR COMO INSTRUTOR, EM CAXIAS, DE UM OU MAIS DOS TEMAS ABAIXO.

•         Acidentes do Trabalho
•         Biossegurança
•         CIPA - 40 horas
•         Combate a Incêndio
•         Educação Ambiental
•         Legislação aplicada à Segurança do Trabalho
•         Planejamento de uma SIPAT
•         Primeiros Socorros - 20 horas
•         Processos Industriais e Impactos Ambientais
•         Riscos e Segurança do Trabalho / Elaboração de PPRA (LTCAT)
•         Saúde Ocupacional
•         Segurança na Área de Petróleo e Gás
•         Segurança na Construção Civil
•         Treinamento para Auditoria Interna ABNT NBR ISO 9001:2008
•         Treinamento para Auditoria Interna ABNT NBR ISO 14001:2004
•         Treinamento para Auditoria Interna ABNT NBR 16001:2004
•         Treinamento para Auditoria Interna OHSAS 18001:2007
•         Treinamento para Auditoria Interna Sistemas de Gestão Integrados - ISO 9001:2008, ISO 14001:2004, OHSAS 18001:2007

INTERESSADOS, ENVIAR CURRÍCULO PARA: tramite@atramite.com.br

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Comunicar-se não é simplesmente falar-ouvir-falar. É mais do que isso!

A comunicação é uma arte, mas não é como as pessoas costumam dizer: “Fulano tem o dom da comunicação.” Ela é uma arte porque constitui uma ferramenta com a qual o ser humano pode manifestar ideias, sensações e sentimentos com vista a um resultado. E também porque, para essa manifestação, podemos dispor de técnicas específicas, passíveis de aperfeiçoamento.
É evidente que existem pessoas mais comunicativas do que outras, mas isso não determina um dom especial para uma comunicação efetiva. É, sim, decorrência de fatores como introversão e extroversão, que nada têm a ver com a comunicação em si. Uma pessoa introvertida pode, perfeitamente, comunicar-se bem em um meio onde se sinta à vontade, e uma extrovertida, não necessariamente, será capaz de fazê-lo, apesar de sentir-se sempre à vontade.
A comunicação não se resume a falar-ouvir-falar. Vai muito além disso. Profissionalmente, a comunicação eficaz constitui uma das ferramentas mais poderosas de que você dispõe. Basta aprender a usá-la!
Comunicação é o processo de transmitir e receber mensagens por intermédio da linguagem, falada ou escrita, ou de outros sinais e símbolos, que podem ser visuais ou sonoros. Comunicação é a capacidade de trocar ou discutir ideias, de dialogar e de conversar com vista ao bom entendimento entre pessoas.
Mas a comunicação, que visa prioritariamente ao entendimento e que pode gerar uma ação comum, também pode ser utilizada para manipular pessoas. Quando isso acontece, ela é capaz de destruir indivíduos, organizações e nações, em um efeito semelhante ao da falta de comunicação, que tem o poder de desagregar valores.
Sempre que alguém está comunicando efetivamente, está criando do nada uma realidade antes inexistente. A comunicação, com o uso da linguagem, nos permite inventar possibilidades.
Para saber viver profissionalmente, considere todas as formas de comunicação, mas concentre-se principalmente na linguagem verbal e na não verbal. É esse tipo de comunicação que predomina no relacionamento humano.
É no processo de comunicação entre as pessoas que podemos observar a ocorrência de relacionamentos interativos ou manipulativos. Enquanto os relacionamentos interativos são altamente produtivos, os manipulativos são altamente destrutivos.
Quando um dos interlocutores se considera uma pessoa e vê o outro como objeto, ou vice-versa, acontece a manipulação. E quando ambos os interlocutores se veem e veem o outro como pessoas, acontece a interação.
Mesmo quando uma comunicação se inicia de forma interativa, ela tanto pode manter-se assim, como pode deteriorar-se para a manipulação. E uma relação interativa se torna manipulativa quando o coração quer uma coisa e a razão quer outra.

Punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino. Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente. A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante.  Indisciplina: De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição. O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Fonte: http://primasfalando.blogspot.com/2011/04/camara-analisa-projeto-de-lei-que-pune.html

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Sucesso, preparo e oportunidade...



Susan Boyle, o patinho feio que virou febre mundial... Se Susan fosse uma jovem estilosa apresentando-se diante daqueles jurados, seria apenas mais uma com linda voz que está em busca de um sonho. Mas sua imagem desleixada, sua avançada idade, para este tipo de programa, só deram mais brilho à sua voz que a catapultou para o mundo.

Quando uma pessoa como Susan brilha é inspirador! Inspirador porque se tem a impressão de que nossos sonhos também podem virar realidade um dia. Mesmo que pareçam adormecidos para nós e estranhos aos olhos dos outros.

Boyle dedicou sua vida a cuidar da mãe e era uma figura que só chamaria atenção no meio de uma multidão por seu jeito desengonçado... Não seria descoberta por um olheiro! Tampouco teria o apoio de uma gravadora para se lançar no mercado!!!

Às vezes, sentimos que estamos nos preparando para nada, porque a chance de mostrar nosso potencial nunca vem. Tudo parece andar em câmera lenta e fica cada vez mais difícil acreditar que um dia sua chance vai chegar.

Agora... Uma coisa é chance não chegar... Outra coisa é não estarmos preparados para ela!

Se Susan tivesse ficado no sofá e se lamentado todos estes anos, poderia ter passado como mais uma estranha que vai ali para preencher a função de fazer os outros rirem. 

Todos querem o sucesso, mas poucos querem ter o compromisso e o esforço de se dedicar às oportunidades. Por isso, concluo que se nada acontece isolado no mundo: Sucesso é quando o preparo encontra a oportunidade!

O que diferencia você das grandes figuras da humanidade?


Mudar de vida é uma ideia que encanta nossas mentes. Quem não quer ter mais tempo livre, dedicar-se a uma paixão, viajar pelo mundo, transformar o próprio corpo, conquistar independência financeira ou obter qualquer outro tipo de melhoria?
O problema é que a maior parte de nós evita pensar em uma mudança radical de vida porque temos medo de arriscar o conforto de nossa atual situação. Claro, seria ótimo ganhar mais dinheiro, mas e se para isso eu tiver que arriscar o que já tenho? Não assumimos riscos desnecessários, não chamamos a atenção em público, não falamos com estranhos, seguimos a tradição e as boas normas.
O problema é que sobrevalorizar a importância do conforto e da segurança pode nos levar a viver de forma reativa em vez de forma ativa. Ou seja, em vez de fazer planos grandiosos e correr atrás de nossos sonhos com gosto, nós preferimos ficar na zona de conforto. Continuamos trabalhando no mesmo emprego, mantemos o relacionamento que caiu na rotina, “aceitamos” que a vida vai ser aquilo mesmo.
O “aceitamos” fica entre aspas porque sempre ouvimos aquela voz no fundo de nossas mentes sentindo falta de algo mais, não ouvimos? Aquela voz que nos diz que esse não é o tipo de vida que queremos viver. Que quer sempre mais e mais. Que quer que você seja muito mais saudável, que coloque seu corpo na melhor forma possível, que viva um relacionamento intenso e verdadeiro, que viaje o mundo, que aprenda novas habilidades, que ajude as outras pessoas.
Essa voz aparece geralmente quando você está a só consigo mesmo. O que ela tenta nos dizer é que estamos insatisfeitos ou com problemas de motivação simplesmente porque não estamos fazendo o que deveríamos com nossas vidas.
Você tem duas opções para lidar com o subconsciente. A primeira é ouvi-la com atenção e mudar de vida. A segunda é silenciá-la assistindo TV, navegando na internet, sobrecarregando-se de trabalho ou consumindo doses cavalares de álcool, cafeína ou açúcar.
No entanto, sempre que você estiver a só consigo mesmo, ela vai estar lá, tentando alertar você sobre a vida medíocre que vem levando, até que a morte se aproxime e com ela venham os remorsos de tudo o que poderia ter sido e que não foi.
Como fazer então para sair da zona de conforto e começar a executar as mudanças que precisam ser feitas? O primeiro passo é não evitar ficar a só consigo mesmo. Passe alguns momentos sozinho, sem nenhuma distração ligada (isso inclui TV, rádio, internet, celular etc.). Tenha em mãos lápis e papel, um gravador de voz ou qualquer outra coisa que possa capturar pensamentos que venham a surgir.
A maioria de nós, no fundo, sabe o que nos deixa infelizes. Pode ser o trabalho insignificante, o relacionamento que não dá mais certo, a beleza que foi perdida com o tempo, a saúde precária, a falta de dinheiro. Liste-os, seja sincero consigo mesmo.
Uma vez que você os tenha em mãos, pode começar a pensar em ações para mudar o que lhe insatisfaz e começar a fazer o que você acha que realmente vale a pena. O grande passo aqui será superar o medo, dominá-lo para ele não lhe paralise. Não tente eliminá-lo, pois isso é muito difícil. A coragem é a arte de dominar o medo.
O que diferencia você das grandes figuras da humanidade? Das pessoas que realmente fazem a diferença? Sua mente é tão poderosa quanto a deles, basta ser treinada e você conseguirá muito do que quer para a sua vida. Pense grande e não se intimide com as dificuldades, pois elas existem apenas para separar quem realmente está comprometido com alguma coisa daqueles que apenas gostariam de ter aquela coisa.

Previsões de José Simão (Colunista Folha de São Paulo), para as Olímpíadas no Rio 2016


TORÇO PARA QUE NÃO, MAS... O PIOR, QUE TUDO ISTO , PODERÁ SE TORNAR REALIDADE

De 2010 a 2015

1. ONGs vão pipocar dizendo que apóiam o esporte, tiram crianças das ruas e as afastam das drogas. Após as olimpíadas estas ONGs desaparecerão e serão investigadas por desvio de dinheiro público. Ninguém será preso ou indiciado.

2. Um grupo de funk vai fazer sucesso com uma música que diz: vou pegar na tua tocha e você põe na minha pira.

3. Uma escola de samba vai homenagear os jogos, rimando "barão de coubertin" com "sol da manhã". Gilberto Gil virá no último carro alegórico vestido de lamê dourado representando o "espírito olímpico do carioca visitando a corte do Olimpo num dia de sol ao raiar do fogo da vitoria".

4. Haverá um concurso para nomear a mascote dos jogos que será um desenho misturando um índio, o sol do Rio, o Pão de Açúcar e o carnaval, criado por Hans Donner. Os finalistas terão nomes como: "Zé do Olimpo", "Chico Tochinha" e "Kaíque Maratoninha".

5. Luciano Huck vai eleger a Musa dos jogos, concurso que durará um ano e elegerá uma modelo chamada Kathy Mileine Suellen da Silva.

Abertura dos jogos


1. A tocha olímpica será roubada ao passar pela baixada fluminense. O COB vai encomendar outra com urgência para um carnavalesco da Beija flor.

2. Zeca Pagodinho, Dudu Nobre e a bateria da Mangueira farão um show na praia de Copacabana para comemorar a chegada do fogo olímpico ao Rio. Por motivo de segurança, Zeca Pagodinho será impedido de ficar a menos de 500 metros da tocha.

3. Durante o percurso da tocha, os brasileiros vão invadir a rua e correr ao lado dela carregando cartolinas cor de rosa onde se lê "GALVÃO FILMA NÓIS", "100% FAVELA DO RATO MOLHADO".

4. Pelé vai errar o nome do presidente do COI, discursar em um inglês de merda elogiando o povo carioca e, ao final, vai tropeçar no carpete que foi colado 15 minutos antes do início da cerimônia.

5. Claudia Leite e Ivete Sangalo vão cantar o "Hino das Olimpíadas" composto por Latino e MC Medalha. As duas vão duelar durante a música para aparecer mais na TV.

6. O Hino Nacional Brasileiro será entoado a capella por uma arrependida Vanuza, que jura que "não bota uma gota de álcool na boca desde a última copa". A platéia vai errar a letra, em homenagem a ela, chorar como se entendesse o que está cantando, e aplaudir no final como se fosse um gol.

7. Uma brasileira vai ser filmada varias vezes com um top amarelo, um shortinho verde e a bandeira dos jogos pintada na cara. Ela posará para a Playboy sem o top e sem o shortinho e com a bandeira pintada na bunda.

8. Por falta de gás na última hora, já que a cerimônia só foi ensaiada durante a madrugada, a pira não vai funcionar. Zeca Pagodinho será o substituto temporário já que a Brahma é um dos patrocinadores. Em entrevista ao Fantástico ele dirá que não se lembra direito do fato.

9. Setenta e quatro passistas de fio-dental vão iniciar a cerimônia mostrando o legado cultural do Rio ao mundo: a bala perdida, o trafico, o funk, o sequestro-relâmpago e a favela.

10. Durante os jogos de tênis a platéia brasileira vai vaiar os jogadores argentinos obrigando o árbitro a pedir silencio 774 vezes. Como ele pedirá em inglês ninguém vai entender e vão continuar vaiando. Galvão Bueno vai dizer que vaiar é bom, mas vaiar os argentinos é melhor ainda. Oscar concordará e depois pedirá desculpas chorando no programa do Gugu.

11. Um simpático cachorro vira-lata furará o esquema de segurança invadindo o desfile da delegação jamaicana. Será carregado por um dos atletas e permanecerá no gramado do Maracanã durante toda a cerimônia. Será motivo de 200 reportagens, apelidado de Marley, e será adotado por uma modelo emergente que ficará com dó do pobre animalzinho e dirá que ele é gente como a gente.

12. Adriane Galisteu posará para a capa de CARAS ao lado do grande amor da sua vida, um executivo do COB.

13. Os pombos soltos durante a cerimônia serão alvejados por tiros disparados por uma favela próxima e vendidos assados na saída do maracanã por "dois real".

Durante os jogos


1. Caetano Veloso dará entrevista dizendo que o Rio é lindo, a cerimônia de abertura foi linda e que aquele negão da camiseta 74 da seleção americana de basquete é mais lindo ainda.

2. Uma modelo-manequim-piranha-atriz-exBBB vai engravidar de um jogador de hóquei americano. Sua mãe vai dar entrevista na Luciana Gimenez dizendo que sua filha era virgem até ontem, apesar de ter namorado 74 homens nos últimos seis meses, e que o atleta americano a seduziu com falsas promessas de vida nos EUA. Após o nascimento do bebê ela posará nua e terá um programa de fofocas numa rede de TV.

3. No primeiro dia os EUA, a China e o Canadá já somarão 74 medalhas de ouro, 82 de prata e 4 de bronze. Os jornalistas brasileiros vão dizer a cada segundo que o Brasil é esperança de medalha em 200 modalidades e certeza de medalha em outras 64.

4. Faltando 3 dias para o fim dos jogos, o Brasil terá 3 medalhas de bronze e 1 de ouro, esta ganha por atletas desconhecidos no esporte "caiaque em dupla". Eles vão ser idolatrados por 15 minutos (somando todas as emissoras abertas e a cabo) como exemplos de força e determinação. A Hebe vai dizer que eles são "uma gracinha" ao posarem mordendo a medalha, e nunca mais se ouvirá deles.

5. A seleção brasileira de futebol comandada por Ronaldo Fenômeno vai chegar como favorita. Passará fácil pela primeira fase e entrará de salto alto na fase final, perdendo para a seleção de Sumatra.

6. A seleção americana de vôlei visitará uma escola patrocinada pelo Criança Esperança. Três meninos vão ganhar uma bola e um uniforme completo dos jogadores, sendo roubados e deixados pelados no dia seguinte.

7. Os traficantes da Rocinha vão roubar aquele pó branco que os ginastas passam na mão. Um atleta cubano será encontrado morto numa boate do Baixo Leblon depois de cheirá-lo. O COB, a fim de não atrasar as competições de ginástica, vai substituir o tal pó pelo cimento estocado nos fundos do ginásio inacabado.

8. Um atleta brasileiro nunca visto antes terminará em 57º lugar na sua modalidade e roubará a cena ao levantar a camiseta mostrando outra onde se lê: JARDIM MATILDE NA VEIA.

9. Vários atletas brasileiros apontados como promessa de medalha serão eliminados logo no inicio da competição. Suas provas serão reprisadas em 'slow motion' e 400 horas de programas de debate esportivo vão analisar os motivos das suas falhas.

Após os jogos


1. Um boxeador brasileiro negro de 1,85m estrelará um filme pornô para pagar as despesas que teve para estar nos jogos e por não obter patrocínio.

2. Faustão entrevistará os atletas brasileiros que não ganharam medalhas. Não os deixará pronunciar uma palavra sequer, mas dirá que esses caras são exemplos no profissional tanto quanto no pessoal, amigos dos amigos, e outras besteiras.

3. No início do ano seguinte, vários bebês de olhos azuis virão ao mundo e as filas para embarque nos voos para a Itália, Portugal e Alemanha serão intermináveis, com mães "ofendidas", segurando seus rebentos...

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Golpes voltados aos desempregados e endividados


Cuidado com os golpes criados para aproveitar a fragilidade de desempregados, subempregados, endividados, enfim, de todos os que sofrem os efeitos da crise econômica. Quando estamos emocionalmente abalados por perdas financeiras, ficamos mais à mercê de golpistas e de achacadores.

Dicas...

  • Não acredite em promoções fora da realidade. Produtos e serviços têm preços fixados de acordo com os custos dos insumos, e do pessoal envolvido na produção ou prestação de serviços.
  • Jamais deposite dinheiro em contas indicadas por sites, e-mails ou anúncios classificados, para fazer jus a um prêmio ou para aproveitar uma suposta pechincha.
  • Se tiver condições de investir alguma sobra de dinheiro, consulte o gerente de sua conta ou da agência bancária onde tenha conta-corrente. Empresas que oferecem taxas muito acima do mercado, normalmente, são arapucas para tomar dinheiro dos incautos. Isso ocorreu com muitos investidores nos Estados Unidos, que perderam todas as reservas financeiras destinadas à aposentadoria.
  • Desempregados costumam ser assediados por agências que prometem recolocação profissional. Elas cobram valores fixos por um pacote que inclui elaboração de currículo e contato com empresas que tenham vagas. Nem sempre estas agências cumprem o que prometeram, limitando-se a disparar e-mails com o currículo do desempregado. Informe-se com ex-colegas, amigos e familiares sobre empresas que efetivamente tenham bons resultados na recolocação de pessoal.
  • Não deixe que as dívidas se acumulem. Renegocie pessoalmente com lojas, bancos e operadoras de cartões de crédito, informando sua condição de desempregado e ressaltando o interesse em pagar as dívidas.
  • Caso tenha uma habilidade profissional que possa ser utilizada pelas empresas para as quais deve, proponha a troca de serviço pelo todo ou parte das dívidas. Por exemplo, se for advogado ou arquiteto, ofereça seu trabalho à escola particular dos filhos, ao condomínio em que mora etc.
  • Se tiver perdido o emprego, pare imediatamente de usar o cartão de crédito, que nos dá a falsa impressão de termos poder aquisitivo ilimitado.
  • Cuidado com ofertas de emprego ou de negócios fabulosos recebidas por e-mail. Na maioria das vezes são golpes.
  • Não informe os números de seus documentos, principalmente CIC e cartões de crédito, para supostas ofertas de emprego, de negócios ou de empréstimos pela Internet.
  • Mantenha a calma, e se organize na busca de emprego. Há sites que informam, gratuitamente, como redigir um bom currículo. As maiores cidades do Brasil têm agências públicas ou de sindicatos para a oferta de empregos fixos ou temporários. Converse com amigos, colegas e vizinhos, entre nos sites de grandes empresas, que costumam cadastrar currículos de interessados em trabalhar. Lembre-se que, mesmo durante as piores crises, sempre há escassez de bons profissionais. Atualize conhecimentos, pratique um novo idioma (se puder) e aguarde a sua vez de voltar ao mercado de trabalho.

Luiz Ribeiro adicionou você aos círculos dele e convidou você para participar do Google+.

Luiz Ribeiro adicionou você aos círculos dele e convidou você para participar do Google+.
Participar do Google+
O Google+ torna o compartilhamento na web mais parecido com o compartilhamento na vida real.
Círculos
Uma maneira fácil de compartilhar algumas coisas com amigos da faculdade, outras com seus pais e quase nada com seu chefe. Assim como na vida real.
Hangouts
As conversas são melhores face a face. Participe de um hangout por vídeo a partir de seu computador ou telefone celular para botar a conversa em dia, assistir a vídeos do YouTube juntos ou trocar histórias com até nove amigos de uma só vez.
Celular
Bate-papo em grupo na velocidade da luz. Fotos que fazem o próprio upload. Uma visão panorâmica do que está acontecendo nas proximidades. Criamos o Google+ com dispositivos móveis em mente.
Você recebeu esta mensagem porque Luiz Ribeiro convidou lribeirojr.poremail@blogger.com para participar do Google+. Cancelar a inscrição desses e-mails.

*Os desafios também vieram a reboque...

Quanto ao tema da sua entrevista, e tentando participar, de alguma forma, lembro que em uma das suas aulas você nos disse que grande parte do que o ser humano aprende vem do poder da observação, inspirando-se no sucesso alheio.

Eu, por exemplo, gosto de ficar perto de bons profissionais e, principalmente, de profissionais bons, que se preocupam também com as pessoas e seus valores - e não simplesmente com os números. Gosto de aprender a liderar com quem lidera de forma natural, tácita, e não com fórmulas simplistas retiradas deste ou daquele livro. E este é o meu desafio e obstáculo, minha motivação como empreendedor da Trâmite (https://www.facebook.com/pages/Trâmite-Gestão-por-Competência/102455736522248).

Mesmo como um dos líderes de uma empresa, iniciante, claro, não posso deixar de ser – também – um empregado. Hoje, só como empregado, consigo manter a convivência com quem lidera...  E durante esta convivência, procuro ao máximo obter informações que auxiliem no meu processo de formação como empreendedor, como por exemplo: descobrir sua história, seu posicionamento, suas dificuldades iniciais, sua opinião sobre o trabalho e etc. Com base nisso, tive a oportunidade de notar alguns obstáculos que eles tiveram de superar, independentemente dos seus recursos disponíveis. Na prática, não importa se o empreendimento se originou com um grande investimento inicial ou simplesmente seguindo o velho lema “com a cara e com a coragem”. Os desafios também vieram a reboque.

Bom, é isso!

* Escrevi este texto no Facebook do Prof. Marcos Cavalcanti, https://www.facebook.com/marcos.cavalcanti, com o objetivo de participar da sua entrevista na Globo News: http://g1.globo.com/globo-news/noticia/2011/11/conta-corrente-tira-duvidas-sobre-como-abrir-uma-empresa-de-sucesso.html

A vida são dois dias...

De um momento para o outro a nossa vida muda. Estamos em mudança constante. De um segundo para o outro perdemos pessoas importantes na nossa vida, e por vezes basta um instante para encontrar alguém por quem temos andado a procura a vida toda, e ainda mais um segundo para voltar a perder, para depois conquistar novamente. As mudanças do ciclo de vida são das mais variadas que se pode imaginar. Umas são para melhor. Outras são para pior. Mas todas eles fazem parte da vida. Umas por vezes não custam nada, mudar de estilo, mudar de pensamentos, mudar de emprego. Outras estão rodeiadas de sofrimento. Mudar de pais, mudar de amigos, mudar de amores.

O que acontece quando somos confrontados com estas mudanças e nada podemos fazer para o impedir? Sofremos naturalmente. Mas esse sofrimento fornece a energia necessário para viver. De certo modo sofrer faz com que exista uma vontade de procurar uma situação melhor. E isso implica mais uma mudança. Isto é, na realidade um ciclo vicioso, onde a única forma de o travar é a monotonia. E quem gosta disso? Ninguém. Por isso temos mais é que aceitar estas mudanças. Porque, quer se aceite, quer não, a vida é um instante muito breve onde de um momento para o outro acontece mais uma mudança que não podemos controlar. A morte. A mudança suprema, aquela em que passamos de um mundo para o outro, e não levamos nada conosco, apenas deixamos. Deixamos as recordações com que os vivos ficam de nós, e até essas recordações tem data de validade associada mais uma vez a morte.

Por isso, não devemos tentar fugir as mudanças que cruzam o nosso caminho, mas sim enfrentar cada uma delas com coragem e com a idéia que essa mudança pode ser para melhor.

A vida são dois dias... O de ontem, que já passou, e o de hoje, que está para acabar. Amanhã está no incerto... Aproveitam cada nova oportunidade.

Salve Horácio!

Carpe diem!!!

domingo, 30 de outubro de 2011

Trâmite - Gestão por Competência

UMA AGÊNCIA ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES DE GESTÃO POR COMPETÊNCIAS!

  • Consultorias para implementação e desenvolvimento de sistemas de gestão (PMBOK, SGQ, SGSSO, SGM, SGRS, SSI, GI, SGI e CRITÉRIOS DE EXCELÊNCIA)
  • Design
  • Outsourcing
  • Projetos de comunicação empresarial
  • Treinamentos
  • Web sites

Tel.: +55 21 2709.2620 - tramite@atramite.com.br

VENHA: https://www.facebook.com/pages/Tr%C3%A2mite-Gest%C3%A3o-por-Compet%C3%AAncia/102455736522248?sk=info

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Rádio, samba, MPB, meu pai, minha mãe...

Um passeio fotográfico na "pequena" contribuição dos meus pais para o setor artístico carioca... Espero que gostem!




terça-feira, 18 de outubro de 2011

DESABAFO


Na fila do supermercado o caixa diz a uma senhora idosa que deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não eram amigáveis ao meio ambiente. A senhora pediu desculpas e disse: “Não havia essa onda verde no meu tempo.”

O empregado respondeu: "Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração não se preocupou o suficiente com  nosso meio ambiente."

"Você está certo", responde a velha senhora, nossa geração não se preocupou adequadamente com o meio ambiente. Naquela época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos à loja. A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas outras vezes. Realmente não nos preocupamos com o meio ambiente no nosso tempo. Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos escritórios. Caminhamos até o comércio, ao invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência a cada vez que precisamos ir a dois quarteirões.

Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o meio ambiente. Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não havia fraldas descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas.

Mas é verdade: não havia preocupação com o meio ambiente, naqueles dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado como?!

Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usamos jornal amassado para protegê-lo, não plástico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a degradar.

Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina apenas para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade.

Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o meio ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos. Canetas: recarregávamos com tinta umas tantas vezes ao invés de comprar uma outra. Abandonamos as navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lamina ficou sem corte.

Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as pessoas tomavam o bonde ou de ônibus e os meninos iam em suas bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe como um serviço de táxi 24 horas. Tínhamos só  uma tomada em cada quarto, e não um quadro de tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima.

Então, não é risível que a atual geração fale tanto em meio ambiente, mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um pouco como na minha época?!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Ansioso...

Este é sem duvida o mais comum e característico transtorno emocional do meu tempo. Como foi dito em um artigo que acabei de ler... "Ansiedade e medo são parentes próximos, originários de uma mesma raiz do funcionamento mental. A característica externa, visível fundamental do transtorno ansioso é a pressa, é a vontade que a pessoa tem que as coisas acabem rápido que elas se concluam."
Pronto! Na mesma hora eu pensei... "Me tornei um cagão desesperado pelo fim!"

Segundo o artigo isto acontece pois o sentimento interior inconsciente é de medo, de pressentimento de que algo de ruim possa acontecer, que algo não vai dar certo e que por isto ele deve se apressar para que o fato no qual ele esta envolvido se conclua rapidamente para que ele possa se ver livra, aliviado da sensação de perigo.

Assim os sintomas principais do transtorno ansioso são a inquietação motora, sensações de angustia (aperto no peito ou na garganta), sudorese, taquicardia, mal estar generalizado, a pessoa não consegue ficar parada, as vezes rói unhas, puxa o cabelo, precisa ficar mexendo em algo, permanece balançando pernas e braços.Também podem ser pessoas muito falantes (compulsão para falar) e muita dificuldade de ouvir, absorver e entender.

OBS: Aos meus amigos... Por favor... Parem de rir!!!

Algumas variantes dos sintomas do transtorno ansioso são os vícios, os mal hábitos, que também são ligados aos transtornos compulsivos, como o vício de fumar (descobertas recentes dizem que a nicotina além de seus malefícios tem a capacidade química de uma ação ansiolítica e até antidepressiva), o vicio de comer (esta já não é uma descoberta tão recente que o açúcar é um poderoso calmante), o vicio do álcool (outra substancia que alem de causar danos a saúde tem importante efeito ansiolítico e antidepressivo momentâneo). Os ansiosos de forma não voluntária buscam o alivio para a sua ansiedade através do uso compulsivo destas e de outras drogas também (maconha, cocaína, crack, ópio e morfina também são usadas por pessoas muito ansiosas).

P.S.: Quero deixar claro que não me drogo... Nem fumo... Nem bebo!!!

O sentimento crônico da ansiedade é muito ruim, e na maioria das vezes a pessoa não identifica que se trate de uma ansiedade, de um medo e não consegue dar uma razão lógica, formal, para o que esta acontecendo. Expressões como "Medo do que?", "Mas como isto esta acontecendo se esta tudo bem ?" ou Isto não faz sentido ", são muito comuns, e tudo que a pessoa quer é achar um jeito rápido (até por que é típico do ansioso) para se livrar desta sensação. Dai o uso de drogas ou outros métodos ineficazes que até trazem um alívio imediato mas que vão cada vez mais aumentando a ansiedade da pessoa.

P.S(2).: Quero deixar claro, ainda, que não me drogo... Nem fumo... Nem bebo!!!

O quadro agudo da ansiedade é marcado muito mais pela intensidade das sensações físicas do que pela percepção de qualquer conflito psicológico. Os sintomas são os mesmos do que os relatados acima acrescentados de tontura, sensação de desmaio, de morte ou de que se vai enlouquecer ou perder o controle de tudo. Quando estas sensações começam a se repetir com freqüência o nome do quadro passa a se chamar de Síndrome do Pânico, a tão famosa, que na verdade é a repetição de crises de ansiedade aguda.

A questão que você deve achar que falta a nossa conversa é por que que afinal de contas isto acontece, qual a origem do trantorno ansioso, e eu vou dizer que existem milhares de explicações, algumas eu já falei em outras partes de nosso site. A que mais me agrada é aquela que relaciona a ansiedade com a aceleração desarmônica de nossa mente, "Mente acelerada é mente desequilibrada"já disse eu mesmo sabe lá Deus quando.

A vida moderna, urbana estimula em demasia a nossa mente e esta sempre exigindo elaboração e raciocínios rápidos o que desencadeia quadros de ansiedade. A vontade do individuo de achar soluções rápidas também é outro fator desencadeante assim como o desejo de buscar e atingir objetivos que supostamente trariam tranqüilidade, e quanto mais rápida e desarmônica a mente estiver, maior a sensação de medo e ansiedade. Quanto mais equilibrada , harmônica e coordenada a nossa mente estiver, maior a sensação de calma e paz de espírito.

Bom... Teoricamente acabei de oferecer para VOCÊS uma solução para acabar com a ansiedade... Não querer nada, não perseguir nada, pelo menos em nível mental e aceitar as coisas como são sem se deixar dominar pela ânsia de querer modifica-las. Podemos querer modificar as coisas mas não podemos deixar a nossa mente se acelerar por causa disto.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Pobre sim!

Agradeço ao destino por ter-me feito nascer pobre. A pobreza foi-me uma amiga benfazeja; ensinou-me o preço verdadeiro dos bens úteis à vida, que sem ela não teria conhecido. Evitando-me o peso do luxo, devotou-me à arte e à beleza.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Seguir as regras do jogo na busca de emoções

Temos que ser sérios, razoáveis, aceitáveis, empregáveis. Aprendemos que para tanto, precisamos seguir as regras do jogo, independentemente destas regras machucarem nossa autoestima ou contrariarem nossos valores e princípios, roubando nosso direito de sermos autênticos. Não estamos nos referindo somente às regras sociais ou profissionais.
Já em nossos primeiros anos de vida somos expostos ao jogo da troca. Nossos pais trocam amor e carinho por obediência e bom comportamento. Já desde cedo aprendemos que amor é condicional  se não fizermos o que aqueles que amamos querem... É claro que em casos de pais e filhos isso não vale. Os pais não deixarão realmente de amar seus filhos se estes não forem obedientes, mas ao jogarem o jogo da troca, é esta a mensagem que ficará gravada no subconsciente da criança.
Nós basicamente queremos três coisas na vida: emoção, prazer e significado. Nós queremos nos sentir vivos, queremos sentir o mundo ao nosso redor e queremos que tudo em nossa vida tenha sentido.
À medida que crescemos aprendemos a nos vender em troca de atenção, amor, dinheiro (trabalho) e tranquilidade. Nos é negada uma explicação para nossas perguntas até que desistimos de procurar por significado e nos entregamos à normalidade.

Mais tarde, na vida, nós começamos a aprender que precisamos trocar nosso tempo e esforço por dinheiro para que possamos nos sustentar. Sem sentido, sem razão, sem valor, apenas as regras do jogo.
Temos que ir pra escola para conseguirmos um pedaço de papel que prova para outras pessoas o quanto nós valemos em termos de força de trabalho. Supostamente que quem tem muitos papéis merece ganhar mais, quem não tem papel nenhum não merece ganhar muito.
Por dentro, entretanto, nós ainda somos aquela criança que deseja profundamente emoção, prazer e significado. Apesar de termos nos aquietado por menos, para assegurar nosso lugar no mundo sem sermos chamados de esquisitos, perdedores ou inadequados, nós ainda queremos a mesma coisa.
Emoção, prazer e significado são o que nós chamamos de felicidade. Se você lembrar dos momentos felizes em sua vida, você poderá identificar estes elementos presentes. Você estava se sentindo vivo, estava sentindo um grande prazer, uma grande emoção e a experiência tinha significado para você.

O maior problema ao associar metas e desejos com felicidade é que não há garantia alguma de que nossas conquistas produziram momentos felizes, também não é possível saber o quanto esta felicidade durará.

Adotar este comportamento, entretanto, buscando momentos felizes, é como apoiar a escada na parede errada. Apesar de ser nossa natureza buscar emoção, prazer e significado, as cobranças do dia-a-dia fazem com nossas necessidades falem mais alto e se imponham entre nós e nossa satisfação. O que provoca insatisfação não são as conquistas em si, que supostamente não mais nos fazem felizes, mas nossos problemas íntimos, nossa dificuldade em lidar com problemas, adversidades, incertezas e limitações.
Felicidade não são estes momentos, apesar de nos referirmos a eles como tal. Felicidade e alegria não são sinônimos.
Alegria é uma emoção. Felicidade é uma postura mental. Ela não pode ser conquistada no tempo, através de coisas, pessoas ou conquistas, independentemente de serem materiais ou não. A felicidade real não é o que procuramos através de nossas ações. Nós temos este desejo profundo de sentirmos uma paz permanente, mas o que buscamos não é paz, é alegria. Estamos apoiando a escada na parede errada e nos frustramos cada vez que chegamos ao topo e nos damos conta de que não encontramos o que estávamos procurando. Enquanto estivermos buscando momentos alegres, seremos escravos da efemeridade da vida, escravos do tempo.
Quando associamos felicidade com qualquer coisa no futuro, duas coisas podem acontecer: 1ª) passaremos a vida inteira buscando algo sem nos darmos conta da passagem do tempo. Hoje é o amanhã de ontem, mas não percebemos o truque do tempo e continuamos a falar sobre o futuro como se a felicidade ainda estivesse ali adiante. 2ª) Ou ficaremos desapontados ao alcançarmos o que queríamos, pois as emoções que esperávamos sentir não estão lá, ou duraram muito pouco. Enquanto isso, nós silenciosamente desejamos aquele sentimento de paz profunda, a real felicidade, mas como temos dificuldade de interpretar o que é esta vontade, nos dedicamos a buscar emoções.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

"ÉDUCASSÃO"... (ótima reflexão)

A Evolução da Educação:

 

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia... Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas...

 

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

 

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80.

Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber

ainda mais moedas.

A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.

Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

 

1. Ensino de matemática em 1950:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.

Qual é o lucro?

 

2. Ensino de matemática em 1970:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

 

3. Ensino de matemática em 1980:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$ 80,00.

Qual é o lucro?

 

4. Ensino de matemática em 1990:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$ 80,00.

Escolha a resposta certa, que indica o lucro:

(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

 

5. Ensino de matemática em 2000:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$ 80,00.

O lucro é de R$ 20,00.

Está certo?

(  )SIM (  ) NÃO

 

6. Ensino de matemática em 2009:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$ 80,00.

Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.

(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

 

7. Em 2010 ...:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$ 80,00.

Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.

(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social, não precisa responder pois é proibido reprová-lo).

(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

 

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas na criança.

 

Também jamais levante a voz com um aluno, pois isso representa voltar ao passado repressor (Ou pior: O aprendiz de meliante pode estar armado)

 

Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável: Todo mundo está 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos... Quando é que se 'pensará' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

 

Passe adiante!

 

Precisamos começar JÁ!!!

 

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Trâmite Gestão por Competência

Prezados,

A TRÂMITE tem como missão viabilizar as estratégias de negócio de seus clientes através do desenvolvimento de soluções especializadas sob medida, com o uso de tecnologias de ponta e das melhores práticas de mercado. Com a certeza de podermos atender plenamente as suas necessidades, informamos que a é a sua agência especializada em soluções de gestão por competências, com uma ampla rede de colaboradores distribuída em todo o território nacional, com presença já consolidada no sudeste brasileiro.

Nossas soluções empresariais?

  • Outsourcing (logística, projetos, infraestrutura e pessoas);
  • Projetos de comunicação empresarial, incluindo o gerenciamento das comunicações sociais e de projeto;
  • Consultorias para implementação e desenvolvimento de sistemas de gestão (PMBOK, SGQ, SGSSO, SGM, SGRS, SSI, GI, SGI e CRITÉRIOS DE EXCELÊNCIA);
  • Auditorias;
  • Diagnósticos;
  • Treinamentos;
  • Reestruturação organizacional;
  • Modernização e desenvolvimento dos processos empresariais, objetivando o incremento da qualidade, produtividade e da responsabilidade social.

Nossas áreas de competência são...

  • Comunicação
    • Assessoria de imprensa e RP
    • Gerenciamento de Crise
    • Comunicação interna e externa
    • Comunicação na web
    • Media Training
    • Auditoria de imagem e pesquisa de mercado
    • Design
      • Identidade visual de marcas
      • Publicações
      • Websites
      • Newsletters
      • Campanhas de endomarketing
      • Press kits
      • Brindes

  • Finanças empresariais
    • Administração financeira
    • Análises das demonstrações financeiras
    • Contabilidade geral
    • Gestão de riscos
    • Mercado de capitais
    • Mercado financeiro
    • Planejamento e controle orçamentário
    • Metodologia científica

  • Gestão do conhecimento e inteligência empresarial
    • Aprendizagem organizacional e criação de conhecimento
    • Comunicação e conhecimento
    • Gestão do conhecimento aplicada ao marketing
    • Inovação como pensamento estratégico
    • Tecnologias da informação e da comunicação
    • Gestão de ativos intangíveis

  • Gestão de frotas automotivas
    • Gerenciamento remoto
    • Suprimento
    • Aquisição

  • Gestão de pessoas
    • Recrutamento e seleção de pessoas
    • Aspectos legais e contratuais da gestão de pessoas: legislação trabalhista
    • Cultura, clima e poder nas organizações
    • Empreendedorismo, intraempreendedorismo e o desenvolvimento de empregabilidade
    • Inovação e gestão de pessoas
    • Gestão estratégica de pessoas
    • Gerenciamento de carreiras: liderança, desenvolvimento de pessoas e de equipes
    • Gestão por competências
    • Psicologia, personalidade e gestão de pessoas
    • Relações sindicais e direito do trabalho
    • Valores humanos na gestão

  • Gestão de projetos
    • Integração do projeto
    • Escopo do projeto
    • Tempo do projeto
    • Custos do projeto
    • Qualidade do projeto
    • Recursos humanos do projeto
    • Gerenciamento das comunicações do projeto
    • Riscos do projeto
    • Aquisições do projeto

  • Gestão pela qualidade total
    • Gestão de operações
    • Gestão de finanças
    • Gestão de resultados
    • Gerência de projetos
    • Gestão de processos
    • Gestão estratégica de pessoas
    • Qualidade em serviços
    • Gestão de marketing
    • Inteligência organizacional
    • Sistema integrado de gestão e da normalização

  • Logística
    • Transportes
    • Gerenciar os Estoques
    • Processamento de Pedidos
    • Armazenagem
    • Manuseio de materiais
    • Embalagem
    • Obtenção / Compras
    • Programação de produtos
    • Sistema de informação

  • Marketing
    • Segmentação de mercado e comportamento do consumidor
    • Pesquisa de marketing
    • Posicionamento de marca e branding
    • Gestão e produtos e serviços
    • Gestão estratégica de preços
    • Gestão de canais de distribuição e logística
    • Gestão do composto promocional
    • Gestão estratégica de vendas

  • Meio ambiente
    • Planejamento, implementação e operação da gestão ambiental
    • Direito e legislação ambiental
    • Sistema de gestão ambiental
    • Avaliação de impacto ambiental
    • Economia e meio ambiente

  • Negócios sustentáveis
    • Gestão sustentável das organizações
    • Ética, responsabilidade social e governança
    • Estratégica empresarial com foco na sustentabilidade
    • Requisitos legais na relação capital-trabalho
    • Oficina de GRI
    • Mecanismo de desenvolvimento limpo (mdl) e tecnologias limpas
    • Eficiência energética
    • Gerenciamento de riscos industriais: segurança e meio ambiente
    • Concepção, gestão e avaliação de projetos sociais e ambientais

  • Responsabilidade social
    • Declaração universal dos direitos humanos
    • Guia de normas internacionais do trabalho
    • Convenções OIT declaração tripartite de princípios sobre as empresas multinacionais e a política social
    • Agenda 21
    • Carta da terra
    • Estratégias e ferramentas de diálogo com partes interessadas
    • Pactos de responsabilidade social corporativa
    • A transparência e o engajamento de stakeholders
    • Conceito de engajamento de stakeholders
    • Como promover o engajamento, iniciativas e ferramentas
    • Diretrizes de gestão para a responsabilidade social corporativa
    • Normas e certificações de sistema de gestão da responsabilidade social
    • Fundos éticos
    • Índices de ações com foco em sustentabilidade
    • Relatórios de sustentabilidade
    • Gestão de projetos sociais
    • Estudos de viabilidade econômica de projetos socioambientais

  • Segurança e Saúde Ocupacional
    • Administração aplicada à engenharia de segurança
    • Ergonomia
    • Higiene do trabalho
    • Legislação e normas técnicas
    • O ambiente e as doenças do trabalho
    • Prevenção e controle de riscos em máquinas, equipamentos e instalações
    • Programas de proteção
    • Proteção ao meio ambiente
    • Proteção contra incêndio e explosões
    • Psicologia na engenharia de segurança, comunicação e treinamento
    • Segurança na construção civil
    • Segurança em instalações elétricas
    • Técnicas pericias

  • Sistemas integrados de gestão
    • Política de gestão
    • Planejamento
    • Implementação e operação
    • Avaliação de desempenho
    • Melhoria
    • Análise critica

Agradecemos a oportunidade de apresentarmos a nossa proposta e aguardamos o agendamento de uma visita, onde estaremos à inteira disposição para eventuais esclarecimentos!!!

Atenciosamente,

Luiz Ribeiro
Diretor Executivo - www.atramite.com.br
Tel.: .:+55 21 27092620 -- Cel.:+55 21 88633867

TRÂMITE - GESTÃO POR COMPETÊNCIA
Para obter algo que você nunca teve, precisa fazer algo que nunca fez!



Postagens populares